África Empresa portuguesa promete investir 18 milhões na produção de frangos em São Tomé

Empresa portuguesa promete investir 18 milhões na produção de frangos em São Tomé

A empresa portuguesa Biaut está a negociar com as autoridades de São Tomé e Príncipe a instalação de uma unidade de produção avaliada em 18 milhões de euros, com capacidade para produzir 30 toneladas anuais de carne de frango.
Empresa portuguesa promete investir 18 milhões na produção de frangos em São Tomé
Cofina Media
Lusa 24 de fevereiro de 2019 às 20:28

"A partir do momento em que tivermos luz verde do governo, daqui há dois anos vamos começar a comer frangos produzidos em São Tomé e Príncipe", disse Pedro Garcia, diretor do Sistema Técnico do Comércio (STC), sociedade criada na capital são-tomense pela Biaut.

 

Pedro Garcia esteve este fim de semana na capital são-tomense onde se encontrou com o secretário de Estado do Comércio, Eugénio Graça, e com o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus.

 

"Também visamos a exportação, o objetivo desta unidade de produção de frango é não produzir só para a necessidade são-tomense, mas também ter uma capacidade de produção para a exportação", prevendo uma produção anual de 1,6 milhões de frangos, disse Pedro Garcia, no final da audiência com o chefe do executivo.

 

"Estamos a falar de um investimento na ordem dos 18 milhões de euros em que o nosso objetivo não é só produzir alimento, mas também fazer com que a posição socioeconómica do país possa ser transformada", explicou.

 

O promotor assegurou que a sua empresa já fez estudos de viabilidade do mercado são-tomense, concluindo que o investimento é rentável, começando pela produção de 25 mil frangos apenas oito semanas depois de "a empresa abrir as portas".

 

"Foi feito um estudo socioeconómico e financeiro, é um projeto viável, é uma necessidade que existe em São Tomé e Príncipe", disse.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI