Mundo Expresso: Empresários e gestores nacionais na lista do Panama Papers

Expresso: Empresários e gestores nacionais na lista do Panama Papers

O número de portugueses na lista do escândalo de corrupção Panama Papers é superior a 34 e inclui empresários e gestores, avançou o Expresso.
Expresso: Empresários e gestores nacionais na lista do Panama Papers
Negócios 05 de abril de 2016 às 13:53

O jornal Irish Times adiantou na segunda-feira que eram 34 os portugueses que surgem na lista do Panama Papers, escândalo de corrupção e fuga ao fisco que rebentou no Domingo.

 

Contudo, o jornal Expresso – um dos dois meios de comunicação que integra o consórcio e jornalistas ICIJ – refere esta terça-feira que o número de nomes portugueses surgem na lista é superior a 34.

 

Sem referir identidades, o jornal refere que os nomes em causa são beneficiários últimos, accionistas das sociedades offshore, intermediários e clientes, sendo que grande parte dos nomes não são figuras públicas.

 

O jornal acrescenta que entre os nomes referidos estão vários empresários e gestores nacionais.

 

Os dados revelados pelo jornal Irish Times (que também integra o consórcio) apontam para 34 indivíduos com morada em Portugal com contas em "offshores", bem como 244 empresas portuguesas, com 255 accionistas.

A investigação de uma centena de jornais em todo o mundo às actividades da Mossack Fonseca, especializada na gestão de capitais e de património, revelou bens em paraísos fiscais de 140 responsáveis políticos – entre eles 12 antigos e actuais líderes mundiais – ou personalidades públicas.

Segundo o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, que reuniu para este trabalho 370 jornalistas de mais de 70 países, mais de 214.000 entidades "offshore" estão envolvidas em operações financeiras em mais de 200 países e territórios em todo o mundo.

A informação está disponibilizada num mapa-mundo, no sítio deste jornal.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI