Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fed e Adobe pressionam Wall Street

As praças do outro lado do Atlântico estão a ser penalizadas pela valorização das OT, depois da Fed demonstrar disponibilidade em aliviar mais a política monetária, e pelas previsões de vendas da Adobe. Só o Dow Jones é que ganha algum terreno.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 22 de Setembro de 2010 às 14:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A generalidade das bolsas dos EUA abriu em baixa, num dia em que a especulação de que a Reserva Federal comprará mais dívida fez subir o valor das Obrigações do Tesouro. Além disso, a Adobe Systems previu um volume de vendas aquém das estimativas dos analistas, o que também está a penalizar a tendência.

O Dow Jones contraria a tendência, com uma subida ligeira 0,02%, fixando-se nos 10.763,5 pontos.

Em contrapartida, o S&P 500 cede 0,04% para se estabelecer nos 1.139,37 pontos.

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,31% para 2.342 pontos.

A Adobe segue a perder bastante terreno, depois de ontem ter dito que as receitas do quarto trimestre estarão compreendidas entre 950 milhões e mil milhões de dólares, devido à menor procura. Os analistas inquiridos pela Bloomberg projectavam vendas médias de 1,03 mil milhões de dólares no último trimestre do ano.

A PMC-Sierra também negoceia no vermelho, depois de ter revisto em baixa as suas estimativas de receitas para o terceiro trimestre.

Em contrapartida, a Newmont Mining está a valorizar, animada pelos novos máximos históricos do ouro.

Ontem, a Fed norte-americana disse que está disposta a flexibilizar ainda mais a sua política monetária para fomentar o crescimento. A Obrigações do Tesouro estão assim a ganhar terreno pelo quarto dia consecutivo.

Ver comentários
Outras Notícias