Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Finlândia é o país mais feliz do mundo

A Finlândia ocupa o primeiro lugar do ranking de 2018 das Nações Unidas sobre os países mais felizes do mundo.

Raquel Murgeira raquelmurgeira@negocios.pt 14 de Março de 2018 às 13:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...

Entre os 156 países avaliados pelo relatório de 2018 das Nações Unidas sobre os países mais felizes do mundo é a Finlândia que se destaca. O país nórdico subiu do quinto lugar, no ano passado, para o primeiro em 2018, destronando a Noruega que detinha o título de país mais feliz do mundo em 2017. 

O relatório, divulgado esta quarta-feira, 14 de Março, coloca a República do Burundi, um pequeno país africano, no fundo da tabela. Já Portugal aparece no 77.º lugar com 5.410 pontos. Em 2017, Portugal situava-se no 89.ºlugar com 5.195 pontos. 

A pesquisa teve como base as pontuações acumuladas de cada país relativamente a dados como o PIB, apoios sociais, expectativa de uma vida saudável, liberdade social, generosidade e ausência de corrupção.

A preencher os 10 primeiros lugares da tabela dos países mais felizes do mundo estão, além da Finlândia, a Noruega (7.594 pontos), a Dinamarca (7.555 pontos), a Islândia (7.495 pontos), a Suíça (7.487 pontos), a Holanda (7.441 pontos), o Canadá (7.328 pontos), a Nova Zelândia (7.324 pontos), a Suécia (7.314 pontos) e a Austrália (7.272 pontos).

O relatório revelou ainda que os americanos estão a tornar-se cada vez mais infelizes, à medida que o país se torna mais rico. Os Estados Unidos da América ocupam o 18º lugar com 6.886 pontos, tendo descido assim da 14ª posição que ocupavam no ano passado. A seguir aos EUA está o Reino Unido, em 19º lugar com 6.814 pontos, e os Emirados Árabes Unidos em 20º lugar com 6.774 pontos.

"Obviamente existe uma crise social nos Estados Unidos: mais desigualdade e menos confiança no governo", afirma o líder do U.N. Sustainable Development Solutions Network, Jeffrey Sachs, à Reuters, acrescentando que "os sinais não são bons para os EUA, está cada vez mais rico e rico, mas não está a sentir-se mais feliz".

Pela primeira vez desde o início da realização deste relatório, em 2012, foi classificada a felicidade dos imigrantes que nasceram em 117 dos países considerados. 

Nesta análise, a Finlândia obteve os melhores resultados, enquanto a Síria ocupa o último lugar, devido à guerra civil que ainda assola o país.  

 

Ver comentários
Saber mais Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas Finlândia Portugal questões sociais felicidade
Mais lidas
Outras Notícias