Mundo Macron quer “reforma de fundo” na OMC

Macron quer “reforma de fundo” na OMC

O presidente francês, Emmanuel Macron, defendeu esta quarta-feira a necessidade de uma “reforma de fundo” na Organização Mundial do Comércio (OMC).
Macron quer “reforma de fundo” na OMC
Reuters
Negócios com Reuters 30 de maio de 2018 às 16:48

"É necessário actualizar por completo as regras da concorrência global", defendeu o presidente francês, Emmanuel Macron, num discurso proferido na sede da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), em Paris.

Macron instou as maiores potências económicas a iniciarem conversações para reformar a OMC e evitar que as tensões actuais resultem em verdadeiras guerras comerciais.

"Todos os lados perdem numa guerra comercial", sublinhou o presidente gaulês, que indicou que irá sugerir o início de negociações entre a União Europeia (UE), EUA, China e Japão para que se alcance um "roteiro" para a reforma da OMC antes da próxima reunião do G-20, que se realiza na Argentina no final do ano.

O ministro das Finanças francês, Bruno Le Maire, afirmou, nesta reunião na sede da OCDE, que a Europa irá defender os seus interesses se os EUA aplicarem tarifas sobre as importações de alumínio e aço originárias da UE. A isenção concedida pela Casa Branca à União Europeia termina na sexta-feira.

"Nós, franceses e europeus, não queremos uma guerra comercial. Mas se formos atacados teremos de defender os nossos interesses", referiu Le Maire.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI