Mundo Polícia de Hong Kong "muito triste" por ter baleado jovem manifestante

Polícia de Hong Kong "muito triste" por ter baleado jovem manifestante

Segundo um amigo, o jovem de 18 encontra-se em estado crítico e está no hospital Princess Margaret. Polícia diz que manifestante foi atingido no ombro.
Polícia de Hong Kong "muito triste" por ter baleado jovem manifestante
Sábado 01 de outubro de 2019 às 13:43
Um manifestante foi atingido no ombro com uma bala de arma de fogo, durante os protestos em Admiralty, Hong Kong. A superintendente da polícia local Yolanda Yu Hoi-kwan confirmou que as autoridades balearam um jovem de 18 anos, dizendo-se "triste" pelo acontecimento.

"Por volta das 16h (9h em Lisboa), um grupo grande de manifestantes violentos atacaram os agentes da polícia na Tai Ho Road", diz a superintendente num vídeo gravado para o Facebook. "Um dos agentes sentiu que corria risco de vida e disparou contra um dos atacantes."

"A bala atingiu um jovem de 18 anos e a área em torno do seu ombro esquerdo foi atingida. Ele estava consciente quando foi levado para o hospital", acrescenta Hoi-kwan. "A polícia não queria mesmo que houvesse feridos, por isso sentimo-nos muito tristes. Avisamos os manifestantes violentos para que parem de quebrar a lei imediatamente, porque vamos impor a lei."

Nas redes sociais há imagens de socorristas a ajudá-lo. Segundo um amigo, o manifestante encontra-se em estado crítico e está no hospital Princess Margaret. Está a ser submetido a cirurgia.  




Marketing Automation certified by E-GOI