Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produção industrial, investimento e vendas a retalho abrandaram na China em Abril

A produção industrial, o investimento e as vendas a retalho na segunda maior economia do mundo abrandaram o ritmo de crescimento em Abril. Esta evolução pode sugerir que os esforços de Pequim para travar o arrefecimento económico ainda não estão a surtir efeito.

Bloomberg
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 13 de Maio de 2014 às 07:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A produção industrial na China abrandou o ritmo de crescimento em Abril. Este indicador avançou 8,7% no mês passado comparando com o mesmo período de 2013. As estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg apontavam para um crescimento da produção industrial de 8,9%, um número ligeiramente acima dos 8,8% registados em Março.

 

Tendência idêntica registaram as vendas a retalho. No quarto mês deste ano, as vendas cresceram 11,9% em termos homólogos, um número inferior às estimativas dos analistas consultados pela agência norte-americana que apontavam para uma média 12,2% - o mesmo valor que o indicador registou em Março.

 

Por outro lado, o investimento em activos fixos registou um crescimento de 17,3% nos quatro primeiros meses de 2014. A estimativa média para os investimentos em activos fixos, excluindo as propriedades imobiliárias rurais, para o período de Janeiro a Abril, era de 17,7%, depois da subida de 17,6% nos três primeiros meses do ano.

 

Este abrandamento nos indicadores económicos pode indiciar que os esforços desenvolvidos pelo Governo de Pequim para travar o abrandamento económico ainda não estão a ter o efeito pretendido.

 

A China tem como meta crescer, este ano, 7,5% mas os dados económicos que têm vindo a ser divulgados revelam um abrandamento do ritmo de crescimento, o que pode colocar em causa esta meta de crescimento.

Ver comentários
Saber mais China conjuntura
Outras Notícias