Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rubio ganha em Porto Rico e Sanders impõe-se em Maine

Donald Trump e Hillary Clinton perderam este domingo, mas continuam à frente na corrida para serem os candidatos dos Democratas e Republicanos nas Presidenciais.  

Bernie Sanders
Reuters
Lusa 07 de Março de 2016 às 07:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O republicano Marco Rubio impôs-se, este domingo, nas primárias do partido em Porto Rico, conquistando a sua segunda vitória na corrida à nomeação conservadora à Casa Branca, segundo as projecções dos principais meios de comunicação.

 

O senador pela Florida obteve uma larga vantagem em Porto Rico, conquistando os 23 delegados em disputa e a sua segunda vitória na corrida à nomeação republicana para as presidenciais norte-americanas de Novembro.

 

Rubio, de origem cubana e que viajou no sábado para a ilha para fazer campanha, conseguiu 73% dos votos -- mais de metade do necessário para conquistar todos os delegados em jogo --, contra 13,6% do magnata Donald Trump, que surge como favorito nas sondagens.

 

A uma distância muito maior ficou o senador pelo Texas Ted Cruz, também de origem cubana, com 9% dos votos, e o governador de Ohio John Kasich, com pouco mais de 1%.

 

Os votantes porto-riquenhos não podem votar nas eleições presidenciais de Novembro, mas podem participar no processo de selecção de candidatos de cada partido.

 

Porto Rico tem um estatuto híbrido: é um "estado livre associado dos EUA", não sendo um dos 50 estados norte-americanos.

 

Até hoje, Trump soma 382 delegados, quase um terço dos 1.237 necessários para garantir a eleição como candidato à presidência pelo partido na convenção que se realizará em Julho em Cleveland (Ohio).

 

Segue-se o senador Ted Cruz, com 300 delegados, Rubio (128 delegados) e Kasich (34).

 

O próximo encontro eleitoral para os republicanos tem lugar a 15 de Março, dia em que se realizam as primárias na Florida, onde se disputam 99 delegados e o vencedor os conquista na totalidade, segundo as normas do partido. As sondagens conferem a Trump uma cómoda vantagem de 18 pontos sobre Rubio na Florida.

 

Sanders impõe-se a Clinton nos 'caucus' democrata do Maine

  

O senador norte-americano Bernie Sanders ganhou, este domingo, o 'caucus' democrata no Maine, onde estavam em jogo 30 delegados para as convenções que vão nomear o candidato do partido nas presidenciais dos EUA, segundo projecções dos meios de comunicação.

 

Quando estavam contabilizados 86% dos votos, o senador contava com 64% contra 36% da ex-secretária de Estado Hillary Clinton.

 

Trata-se da oitava vitória de Sanders nas primárias para eleger o candidato do Partido Democrata nas eleições presidenciais de Novembro, face às 12 que Clinton registou até agora.

 

Segundo a contagem não oficial dos principais meios de comunicação social norte-americanos, Clinton chegou ao 'caucus' no Maine com 1.121 delegados, contra os 481 que soma Sanders, sendo precisos 2.383 para a candidatura.

 

Este número, no caso da ex-primeira-dama, inclui 458 'superdelegados' -- que têm liberdade para apoiar qualquer candidato -, contra os 22 de Sanders.

 

A próxima grande disputa eleitoral para os democratas tem lugar na terça-feira, no Michigan, onde estão em jogo 147 delegados e que tanto Clinton como Sanders consideram necessários para reforçar as suas respectivas campanhas.

 

Clinton surge como favorita nas sondagens, com uma vantagem de cerca de 20 pontos percentuais, segundo a média das sondagens elaborada pelo portal Real Clear Politics.

 

Clinton e Sanders debatem pobreza, racismo e ambiente no Michigan

 

Os aspirantes democratas à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton e Bernie Sanders, travaram, este domingo, um duro debate sobre pobreza e racismo em Flint (Michigan), palco de um escândalo de contaminação de água potável por chumbo.

 

Ambos pediram a demissão do governador republicano do Michigan, Rick Snyder, pela sua alegada má gestão da crise em Flint e pela demora em actuar.

 

Sanders já o tinha feito há meses, mas Clinton não se tinha pronunciado até este debate, durante o qual afirmou: "Chove chumbo em Flint e o estado é negligente ao não dar-lhe os fundos de que necessita".

 

Já se antecipava que a contaminação, inicialmente ignorada e depois escondida pelos dirigentes locais, estaria em destaque durante o debate naquela cidade de população predominantemente negra.

 

Mais de oito mil crianças de Flint, economicamente devastada pelo encerramento das fábricas da General Motors, estiveram expostas ao chumbo durante mais de um ano, antes de a contaminação das fontes de água ter sido revelada por activistas.

 

O envenenamento por chumbo pode ter efeitos devastadores nas crianças ao prejudicar de forma irreversível o desenvolvimento do cérebro.

 

Os relatos sobre perturbações de comportamento e perda de apetite pelas crianças sucedem-se.

 

Tanto Clinton como Sanders deixaram a porta aberta à possibilidade de intentar uma ação contra os responsáveis pela crise caso cheguem à presidência dos Estados Unidos e a ex-secretária de Estado comprometeu-se, além disso, a eliminar o chumbo não apenas da água.

 

Os temas do debate incluíram a pobreza, o racismo e o tiroteio que deixou seis mortos em Fevereiro em Kalamazoo (Michigan).

 

As diferenças entre os dois aspirantes em torno dos tratados comerciais internacionais também protagonizaram parte do debate, realizado dois dias antes das primárias democratas no Michigan, um estado-chave para ambos os pré-candidatos.

Ver comentários
Saber mais Marco Rubio Porto Rico Donald Trump Ted Cruz Maine Bernie Sanders Hillary Clinton
Mais lidas
Outras Notícias