Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rússia pondera impor controlos de capital um dia antes de regressar ao mercado de dívida

A Rússia vai tentar financiar-se amanhã, no mercado de dívida. Hoje, as notícias dão conta que o banco central está a ponderar impor limites às saídas de capital do país.

Bloomberg
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 30 de Setembro de 2014 às 16:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Rússia vai realizar na quarta-feira, 1 de Outubro, o segundo leilão de obrigações em duas semanas. O Ministério das Finanças vai tentar financiar o país em até 15 mil milhões de rublos, o que corresponde a cerca de 300 milhões de euros.

 

Este leilão surge uma semana depois de Moscovo ter conseguido, depois de cancelar nove leilões consecutivos, financiar-se em 10 mil milhões de rublos, tendo acordado pagar um juro de 9,37%. A procura mostra que havia interesse, já que esta ascendeu a 47,5 mil milhões de rublos.

 

Esta operação de financiamento vai decorrer num contexto de algum receio entre os investidores, depois da agência Bloomberg ter noticiado que a Rússia está a ponderar impor controlos de capital.

 

O banco central da Rússia está a ponderar introduzir controlos temporários de capital se as saídas de dinheiro do país se intensificarem, de acordo com duas fontes oficiais citadas pela Bloomberg. Uma das pessoas ouvidas pela agência de informação americana revelou que tais medidas teriam um caracter preventivo e seriam accionadas apenas se as saídas de dinheiro do país aumentassem significativamente.

 

Este cenário sugere que as sanções impostas pelos EUA e Europa à Rússia estão a ter impacto na economia e a obrigar que o banco central tome medidas não convencionais para tentar travar as saídas de dinheiro do país. Isto um dia antes do Tesouro russo regressar ao mercado para tentar financiar 15 mil milhões de rublos, o que representa cerca de 300 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Rússia Moscovo dívida financiamento
Outras Notícias