Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Há mais uma empresa chinesa a falhar pagamentos. Agora é no Estado

A produtora de aço chinesa Dongbei Special Steel Group falhou um pagamento de obrigações no valor de 116,8 milhões de euros e mostrou dúvidas quanto à capacidade de cumprir compromissos no próximo mês.

Reuters
Rita Faria afaria@negocios.pt 28 de Março de 2016 às 17:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Dongbei Special Steel Group, uma siderúrgica chinesa de propriedade estatal, falhou um pagamento de obrigações no valor de 852 milhões de yuan (cerca de 116,8 milhões de euros) que venciam esta segunda-feira, 28 de Março, segundo um comunicado divulgado no site Chinamoney, citado pela Bloomberg.

A empresa, sediada na cidade de Dalian, informou ainda que deverá falhar outro pagamento de mil milhões de yuan no próximo dia 3 de Abril devido aos problemas de falta de liquidez. De acordo com a Bloomberg, a siderúrgica vendeu, em 2015, 800 milhões de yuan em títulos de dívida a um ano com um cupão de 6,5%.

Pelo menos uma dúzia de empresas falhou o pagamento de obrigações nos últimos dois anos, mesmo depois de o banco central ter flexibilizado a sua política monetária. A Nanjing Yurun Foods, uma fabricante de salsichas, e a Zibo Hongda Mining Co., uma produtora de minério de ferro, também anunciaram este mês que vão falhar o cumprimento das suas obrigações junto dos credores.

O comunicado da Dongbei surge quatro dias depois de a empresa ter informado que o seu ex-presidente Yang Hua, foi encontrado morto, por enforcamento, na sua residência, e que o caso está a ser investigado pelas autoridades competentes.

Segundo a Bloomberg, além da Dongbei, outras siderúrgicas chinesas enfrentam dificuldades devido ao peso crescente das suas dívidas, como é o caso da Bohai Steel Group Co.

No passado dia 29 de Fevereiro, o ministro dos Recursos Humanos Yin Weimin antecipou a extinção de 1,8 milhões de postos de trabalho nos sectores do aço e do carvão nos próximos anos, devido ao processo de reconversão industrial que vai implicar o encerramento de muitas unidades industriais.

Embora o primeiro-ministro tenha garantido que esta reconversão não vai resultar na "perda massiva de empregos", Pequim vai criar um fundo de 100 mil milhões de yuan (cerca de 14 milhões de euros) para subsídios e compensações para trabalhadores que percam o seu trabalho no âmbito deste processo.

Ver comentários
Saber mais Dongbei Special Steel Group Pequim China indústria aço carvão dívida
Mais lidas
Outras Notícias