Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Síria: Rússia suspende acordo com EUA para prevenir incidentes aéreos na Síria

A Rússia vai suspender o acordo com os Estados Unidos para prevenir incidentes aéreos sobre a Síria em resposta ao ataque dos EUA contra a base aérea de Shayrat, que está "associada ao programa" sírio de armas químicas.

Reuters
Lusa 07 de Abril de 2017 às 09:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O anúncio foi feito pelo ministro russo dos Negócios Estrangeiros, citado pela Associated Press.

Ao abrigo do acordo, assinado depois de a Rússia ter lançado uma campanha aérea na Síria em Setembro de 2015, os dois países trocaram informações sobre os seus voos para evitar incidentes no espaço aéreo da síria, com intenso tráfego aéreo.


A Rússia tem dezenas de aviões de guerra e baterias antiaéreas na sua base na Síria.

Os Estados Unidos lançaram na quinta-feira um ataque com "59 mísseis" contra a base aérea de Shayrat, que está "associada ao programa" sírio de armas químicas.

O Presidente russo já classificou o ataque como "uma agressão" com um "pretexto inventado" e disse que a acção de Washington prejudica as relações entre os dois países.

Vladimir Putin "considera que os ataques norte-americanos na Síria são uma agressão contra um Estado soberano e uma violação do direito internacional, já que aconteceram sob um pretexto inventado", disse na quinta-feira à imprensa o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Entretanto, na sequência do ataque dos EUA, a Rússia já pediu uma reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

"Nós apelamos ao Conselho de Segurança das Nações Unidas uma reunião de emergência para discutir a situação", disse o ministro dos Negócios Estrangeiros russo através de comunicado.

 

Ver comentários
Saber mais ministro russo dos Negócios Rússia Síria Estados Unidos Vladimir Putin
Mais lidas
Outras Notícias