Mundo Solução de bilionário para crise de refugiados: contratá-los

Solução de bilionário para crise de refugiados: contratá-los

Hamdi Ulukaya, um imigrante turco que usou um pequeno empréstimo para criar a marca de iogurte mais vendida nos Estados Unidos, tem um plano para resolver a grave crise mundial de refugiados: contratá-los.
Solução de bilionário para crise de refugiados: contratá-los
Bloomberg
Bloomberg 21 de setembro de 2019 às 17:00

Durante uma viagem à Colômbia, onde se reuniu com líderes empresariais e migrantes venezuelanos, o bilionário fundador da fabricante de iogurte grego Chobani considerou que as empresas têm a responsabilidade de ajudar a resolver a emergência global dos refugiados.

 

"O principal é contratar, um emprego", salientou em entrevista em Bogotá. "Para um refugiado, isso é crucial. É neste ponto que percebe que a sua vida pode continuar."

 

Ulukaya, de 46 anos, demonstra o seu apoio com ações. A Chobani tem uma política de empregar refugiados nas suas fábricas nos EUA, e o empresário tem destinado grande parte da sua fortuna pessoal para a Tent Partnership for Refugees, uma instituição de caridade fundada por ele. Desde então, Ulukaya viaja para recrutar líderes empresariais com o objetivo de fazer pressão para que considerem os refugiados na hora de contratar.

 

"É bom que as empresas façam parte disto", disse. "Porque daqui a cinco ou dez anos, as pessoas vão questionar: ’O que você fez? Porque é que não fez parte disto?’"

 

A Agência das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) estima que a população mundial de pessoas deslocadas à força, que inclui refugiados e outros migrantes, tenha aumentado quase 70% na última década, para cerca de 71 milhões.

 

Cerca de 4 milhões de venezuelanos fugiram de uma crise económica e humanitária na sua terra natal. Aproximadamente 1,4 milhão foi parar à Colômbia, um país de 49 milhões que pediu ajuda a doadores internacionais para conseguir arcar com os crescentes custos.

 

Iniciativa na Venezuela

Ulukaya disse que um número "significativo" de empresas dos setores de bens e serviços com operações na América Latina concordou em aderir ao programa para ajudar migrantes venezuelanos na Colômbia, com emprego e outras iniciativas.

 

Criado numa família de produtores de leite na Turquia, Ulukaya comprou uma fábrica fechada da Kraft Foods no norte de Nova Iorque e lançou a sua empresa em 2007, usando um empréstimo da Administração de Pequenas Empresas dos EUA. Ulukaya transformou o iogurte Chobani numa marca popular nos EUA, onde é o iogurte número 1 em vendas, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

 

A empresa de capital fechado tem enfrentado desafios nos últimos anos devido à queda das vendas de iogurte grego e ao aumento da concorrência.

 

Mas as vendas mostram melhorias em 2019, e a receita anual é de cerca de 1,5 mil milhões de dólares, informou a empresa. Por enquanto, Ulukaya disse que não vê necessidade de abrir o capital da Chobani. O executivo prefere concentrar-se no lançamento de produtos "em categorias onde nunca estivemos antes", sem detalhar os produtos ou o cronograma.

 

"Não sou contra um IPO", afirmou. "Preciso fazer isto pela razão certa e na hora certa."

O património líquido da Ulukaya é estimado em 1,34 mil milhões de dólares, de acordo com o Índice de Bilionários Bloomberg. Em 2015, o empresário juntou-se à campanha The Giving Pledge, popularizada por Bill Gates e Warren Buffett, e prometeu doar a maior parte da sua fortuna pessoal para acabar com a crise global de refugiados.

 

(Texto original: Yogurt Billionaire’s Solution to World Refugee Crisis: Hire Them)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI