África S&P desce rating de Moçambique para CCC

S&P desce rating de Moçambique para CCC

A agência de notação financeira reagiu ao aumento do risco de incumprimento pela interrupção de financiamento externo.
S&P desce rating de Moçambique para CCC
Mike Hutchings/Reuters
Lusa 28 de maio de 2016 às 15:18

A agência de notação financeira Standard and Poor's (S&P) desceu a avaliação do crédito de Moçambique em dois níveis de B- para CCC devido ao aumento do risco de incumprimento pela interrupção de financiamento externo, noticia hoje a Bloomberg.

 

O Governo moçambicano reconheceu no final de Abril a existência de dívidas fora das contas públicas de 1,4 mil milhões de dólares (1,25 mil milhões de euros), justificando com razões de segurança e infra-estruturas estratégicas do país, o que levou o Fundo Monetário Internacional (FMI) a suspender a segunda parcela de um empréstimo a Moçambique e a deslocação de uma missão a Maputo.

 

"A combinação de uma dívida maior do que o antecipado e a interrupção do financiamento externo irá provavelmente diminuir a capacidade de Moçambique cumprir com as obrigações a tempo e na íntegra", considera a S&P, justificando assim a degradação da classificação de crédito do país.

 

Segundo a agência de informação financeira Bloomberg, uma das empresas moçambicanas de gestão de activos poderá ter falhado o prazo para reembolsar 178 milhões de dólares (159 milhões de euros) em juros desde então.

 

A revelação de empréstimos com aval do Governo, contraídos entre 2013 e 2014, levou o Fundo Monetário Internacional (FMI) a suspender a segunda parcela de um empréstimo a Moçambique e a deslocação de uma missão a Maputo.

 

O grupo de 14 doadores do Orçamento do Estado também suspendeu os seus pagamentos, uma medida acompanhada pelos Estados Unidos da América, que anunciaram que vão rever o apoio ao país.

 

Na terça-feira, a agência de notação financeira Fitch considerou que Moçambique tem um risco elevado de incumprimento financeiro, justificando a descida do 'rating' para CC, um nível de 'não investimento' ou 'lixo'.

 

"A descida do 'rating' de Moçambique para CC indica que um incumprimento financeiro parece provável", escrevem os analistas da Fitch numa nota em que anunciam a acção de 'rating', a que a agência Lusa teve  acesso.

 

Já na semana passada, a Moody's admitiu baixar o 'rating' dos títulos da dívida de Moçambique, actualmente em território negativo de Caa1, também devido à revelação de empréstimos garantidos pelo Estado e ocultados nas contas públicas.

 

O objectivo da revisão, anunciou a agência de notação financeira na sexta-feira, é avaliar as consequências para os investidores das revelações recentes de dívida pública não declarada e da possibilidade de incumprimento no pagamento dos encargos assumidos pelo Estado moçambicano.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI