Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Terminou o ataque de "jihadistas" em hotel no Mali. Há 18 mortos confirmados

Os homens armados que atacaram um hotel de luxo em Bamako, capital do Mali, já não mantêm nenhum refém, mas dentro do edifício, onde já estão forças especiais francesas, foram descobertos 18 cadáveres.

A carregar o vídeo ...
Gunmen Hold 170 Hostages in Attack on Mali Hotel
Lusa 20 de Novembro de 2015 às 16:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

"Foram encontrados 18 corpos", disse à agência France Presse uma fonte de forças de segurança estrangeiras, pedindo anonimato.

 

A mesma fonte disse que forças especiais francesas enviadas de Ouagadougou, no vizinho Burkina Faso, estão no interior do hotel e "participam nas operações ao lado dos malianos".

 

Estas informações surgiram pouco depois de o ministro da Segurança maliano, coronel Salif Traoré, ter anunciado que os atacantes já não mantêm nenhum refém.

 

"Eles já não têm neste momento nenhum refém nas mãos e as forças estão a persegui-los", disse o ministro numa conferência de imprensa.

 

Homens armados atacaram esta sexta-feira o hotel de luxo Radisson Blu, na capital do Mali, fazendo 170 reféns entre hóspedes e funcionários.

 

As forças de segurança malianas cercaram o hotel depois do ataque, lançado por "dois ou três atacantes", segundo um porta-voz.

 

Fontes da segurança disseram que os atacantes são 'jihadistas' que chegaram ao hotel cerca das 07:00 TMG (mesma hora em Lisboa) num automóvel com matrícula diplomática, entraram e começaram a disparar armas automáticas.

 

Grupos terroristas Al-Qaeda no Magrebe Islâmico e Al Murabitun reivindicam ataque
Os grupos terroristas Al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) e Al Murabitun reivindicaram o "ataque conjunto" de hoje contra um hotel da capital do Mali, Bamako, que provocou pelo menos 18 mortos e vários feridos.

A reivindicação do ataque foi feita numa declaração por telefone à agência de notícias privada da Mauritânia Al Ajbar, considerada bem relacionada com grupos 'jihadistas' da região do Sahel, em que os dois grupos afirmam que realizaram o ataque contra o hotel de luxo Radisson Blu numa acção conjunta.

Esta é a primeira vez que as duas organizações 'jihadistas' declaram ter operações conjuntas.

O Al Murabitun, liderado pelo argelino Mokhtar Belmokhtar, é um dos grupos mais ativos na região do Sahel.
Ver comentários
Saber mais Mali terrorismo
Outras Notícias