Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trump diz estar a ser alvo da "maior caça às bruxas da história" dos EUA

Trump criticou a decisão do Departamento de Justiça de nomear um conselheiro especial para investigar a suposta intromissão russa na campanha presidencial dos Estados Unidos.

Donald Trump Mike Flynn
Reuters
Negócios 18 de Maio de 2017 às 13:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O presidente dos Estados Unidos regressou esta manhã ao twitter para comentar os últimos episódios do período de turbulência política que se vive em Washington.

 

Depois de ter dito na quarta-feira que era o político mais maltratado da história, Donald Trump afirmou hoje na rede social que está a ser alvo da "maior caça às bruxas da história" dos EUA.


Este tweet foi publicado minutos depois do primeiro do dia, onde o presidente dos Estados Unidos criticava a decisão do Departamento de Justiça, de nomear o antigo director do FBI, Robert Mueller, como conselheiro especial para investigar a suposta intromissão russa na campanha presidencial dos Estados Unidos e possível conluio entre a campanha de Trump e a Rússia.

 

"Apesar de todos os actos ilegais que ocorreram na campanha de Clinton e na administração de Obama, nunca foi nomeado um conselheiro especial!", escreveu Trump.

With all of the illegal acts that took place in the Clinton campaign & Obama Administration, there was never a special councel appointed!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 18 de maio de 2017


O presidente norte-americano está sob forte escrutínio, depois de ter demitido o director do FBI James Comey – que, segundo avançou o The New York Times, foi pressionado para encerrar a investigação ao antigo conselheiro de Segurança Nacional Michael Flynn – e de ter alegadamente revelado informações confidenciais a membros do Kremlin, numa reunião realizada na Casa Branca, na semana passada.

 

Num discurso proferido na quarta-feira na Academia da Guarda Costeira dos Estados Unidos, Trump tinha já dito que "nenhum político na história, e eu digo isto com grande segurança, foi tratado pior ou de forma mais injusta".

 

Mas as notícias negativas para Trump não param de surgir. A Reuters avança esta quinta-feira que os conselheiros de Trump comunicaram com membros do Kremlin e pessoas próximas de Putin em, pelo menos, 18 contactos.

 

A turbulência política que se vive em Washington está a ter forte impacto nos mercados financeiros, com as bolsas europeias e norte-americanas a registarem ontem a queda mais forte do ano, sendo que a tendência negativa se prolonga esta quinta-feira.

Ver comentários
Saber mais presidente dos Estados Unidos Donald J. Trump FBI Rússia Putin
Mais lidas
Outras Notícias