Política Monetária Banco central da China corta taxa de juro de referência

Banco central da China corta taxa de juro de referência

O Banco Popular da China decidiu descer os juros e reduzir as reservas mínimas para os bancos, com o objectivo de impulsionar a economia e atingir a meta de crescimento de 7% este ano.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 23 de outubro de 2015 às 13:12

O banco central da China anunciou esta sexta-feira, 23 de Outubro, um corte na taxa de juro de referência, que tem como objectivo evitar um maior abrandamento da economia chinesa.

A taxa de juro cai de 4,6% para 4,35% enquanto a taxa de juro dos depósitos desce de 1,75% para 1,5%. O Banco Popular da China decidiu ainda reduzir as reservas mínimas para todos os bancos em 50 pontos-base.

Esta alteração da política monetária junta-se a outras medidas tomadas pelo Governo chinês - como a desvalorização do yuan - num esforço para atingir a sua meta de crescimento de 7% em 2015.

Esta quinta-feira, o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, sublinhou que o país preveniu "com êxito" os potenciais riscos do mercado financeiro e tomou a tempo medidas para enfrentar as suas flutuações, após meses de resultados voláteis nas praças do país.

As medidas adoptadas por Pequim estiveram "de acordo com as práticas internacionais e as condições próprias da China", sublinhou o chefe do Governo, num discurso em Pequim.

No mês passado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve a previsão de crescimento do PIB chinês em 6,8% para 2015, e em 6,3% para 2016.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI