Política Monetária BCE mantém juros à espera do fim da recessão na Zona Euro

BCE mantém juros à espera do fim da recessão na Zona Euro

Depois de na última reunião ter surpreendido com o anúncio de que os juros ficarão baixos “por um longo período de tempo”, desta vez não se esperam novidades de Mário Draghi. Os juros permanecem 0,5%.
BCE mantém juros à espera do fim da recessão na Zona Euro
Nuno Carregueiro 01 de agosto de 2013 às 12:47

O Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) decidiu manter a taxa de juro de referência da Zona Euro em 0,5%, tal como esperavam a generalidade dos economistas. A taxa dos depósitos também ficou estável em 0%.

 

A autoridade monetária espera que se materializarem os sinais de recuperação da economia da Zona Euro, antes de decidir se será preciso avançar com novas medidas para impulsionar a economia.

 

Os últimos indicadores apontam para que a economia da Zona Euro tenha saído de recessão no segundo trimestre. Se na última reunião Mario Draghi surpreendeu ao revelar um compromisso do BCE em manter os juros baixos “por um longo período de tempo”, desta vez os economistas não esperam novidades de Mario Draghi.

 

“As pessoas estão um pouco mais optimistas com a segunda metade do ano”, afirmou à Bloomberg Janet henry, economista-chefe do HSBC, considerando que “o BCE vai deixar a porta aberta para tomar mais medidas, mas neste momento o cenário-base de uma recuperação na parte final do ano está intacto”.

 

A actividade industrial subiu em Julho pela primeira vez em dois anos e a confiança dos empresários melhorou pelo terceiro mês consecutivo, levando muitos economistas a acreditar que no segundo trimestre a variação do PIB já não terá sido negativa.

 

Agosto será o quarto mês consecutivo em que a taxa de juro do BCE ficará em 0,5%, sendo que os economistas estimam que se mantenha neste mínimo histórico ao longo dos próximos meses. O BCE tinha descido a taxa de juro em Maio de 0,75% para 0,5%.

 

Da conferência de imprensa de imprensa desta quinta-feira, que terá lugar às 13h30 (hora de Lisboa) não se esperam novidades de Mario Draghi.  

 

(notícia actualizada às 12h55 com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI