Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE mantém taxas e compras de ativos a um ritmo elevado

O Banco Central Europeu manteve, na reunião de política monetária, as taxas de referência inalteradas, conforme já era esperado.

A presidente do BCE, Christine Lagarde, tem reiterado a intenção de manter inalteradas as suas políticas de estímulo.
Reuters
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 10 de Junho de 2021 às 12:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Banco Central Europeu vai manter o ritmo de compra de ativos a um "elevado ritmo" ao abrigo do plano pandémico. E manteve, como era esperado, as taxas de referência nos mesmos níveis.

"Olhando para as condições de financiamento e para o 'outlook' da inflação, o conselho de governadores espera que as compras líquidas, ao abrigo do PEPP, durante o próximo trimestre continuem a um ritmo mais elevado do que nos primeiros meses do ano", declara o BCE no comunicado divulgado sobre a reunião de política monetária.

As compras vão, assim, continuar até que o banco central considere que a crise provocada pela covid-19 está em período terminal.

Assim, a compra de ativos, no âmbito do programa pandémico e que tem um envelope total de 1,85 biliões de euros, vai continuar. O programa tem para já um período de duração até março de 2022. Já no programa corrente, APP, as compras líquidas vão continuar a um ritmo mensal de 20 mil milhões de euros. 

As taxas mantêm-se aos mesmos níveis, declarando o BCE que irão continuar a estes níveis ou até mais baixo até que a projeção para a inflação se coloque "robustamente" num nível "suficientemente perto, mas abaixo, dos 2%".

(notícia atualizada com mais informações)
Ver comentários
Saber mais BCE Banco Central Europeu política monetária
Outras Notícias