Política Monetária Bundesbank e Banco de França querem um ministro das Finanças para o euro

Bundesbank e Banco de França querem um ministro das Finanças para o euro

Os presidentes dos bancos centrais da Alemanha e de França defenderam, num artigo de opinião conjunto, uma maior integração no euro.
Bundesbank e Banco de França querem um ministro das Finanças para o euro
Bloomberg
Negócios 08 de fevereiro de 2016 às 08:51

Jens Weidmann (na foto) e François Villeroy de Galhau querem uma maior integração no euro. Sugerem, por isso, que exista um ministro das Finanças para a Zona Euro, assim como um conselho orçamental independente. No pico da crise de dívida soberana, várias entidades tinham defendido uma solução deste tipo. Agora, os responsáveis do Bundesbank e do banco central francês voltam a colocar o assunto em debate.

"Uma integração mais forte aparenta ser a forma mais óbvia de restaurar a confiança na Zona Euro", defenderam os dois banqueiros centrais num artigo de opinião conjunto no jornal alemão Sueddeutsche Zeitung, citado pela Reuters. Weidmann e Villeroy consideram que "a actual assimetria entre a soberania nacional e a solidariedade comunitária está a colocar um risco para a estabilidade da união monetária".

Os presidentes dos bancos centrais alemão e francês entendem que "apesar da política monetária ter feito muito pela economia da Zona Euro, não pode criar um crescimento económico sustentável". E referem que a Zona Euro necessita de um programa decisivo de reformas estruturais, uma união ambiciosa financeira e de investimento, assim como uma melhor estrutura política.

No pico da crise de dívida soberana, houve uma discussão sobre a necessidade de se criar um ministro das finanças para o euro. Alguns anos depois Weidmann e Villeroy voltam a trazer o assunto para a discussão pública. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI