Câmbios Euro cai com perspectiva de subida de juros nos EUA

Euro cai com perspectiva de subida de juros nos EUA

O euro mantém a tendência de queda, depois de na semana passada ter perdido mais de 1% contra o dólar. A contribuir para esta descida está a expectativa de subida de juros nos EUA.
Euro cai com perspectiva de subida de juros nos EUA
Sara Antunes 29 de agosto de 2016 às 09:18

O euro está a descer 0,16% para 1,1180 dólares, o que corresponde ao valor mais baixo desde 15 de Agosto. A descida registada esta segunda-feira, 29 de Agosto, surge depois de, na semana passada, a divisa da Zona Euro ter perdido 1,12% contra a moeda americana, com a última sessão da semana passada a ditar uma queda expressiva do euro.

 

A justificar este comportamento está a expectativa de subida de juros nos EUA. A presidente da Reserva Federal (Fed), Janet Yellen, afirmou na sexta-feira que "o cenário de aumento da taxa de juro reforçou-se nos últimos meses". Ainda assim, o discurso proferido em Jackson Hole foi num tom cauteloso, levando os investidores a acreditarem que ainda seria possível que o preço do dinheiro nos EUA não subisse já em Setembro.


Contudo, minutos depois deste discurso, o vice-presidente da Fed, Stanley Fischer, deu uma entrevista onde foi mais directo apontando para uma subida de juros já em Setembro e acrescentando que este ano o preço do dinheiro poderá ainda subir mais uma vez.

 

Quando questionado em entrevista à estação de televisão CNBC sobre se os investidores poderiam esperar um aumento de juros por parte da Fed na reunião de 20 e 21 Setembro, e se havia possibilidade de duas subidas este ano, Fischer respondeu: "Penso que o que [Yellen] disse hoje foi consistente com a resposta afirmativa a ambas as suas questões, mas estas não são coisas que saibamos até vermos os dados."


Estas palavras provocaram uma queda das bolsas dos EUA e uma valorização do dólar contra as principais divisas.

 

A negociação cambial é afectada pela subida de juros porque com um aumento dos juros, o retorno dos investimentos, neste caso realizados em dólares, aumenta, o que torna mais atractivo o investimento nesta moeda.


A taxa de juro nos EUA está entre 0,25% e 0,5%, depois de, em Dezembro do ano passado, a Fed ter feito o primeiro aumento em mais de nove anos. Já na Zona Euro, os juros encontram-se nos 0% e a perspectiva é que tão cedo não saiam desse patamar.




Marketing Automation certified by E-GOI