Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lagarde: BCE ainda tem poder de fogo disponível

Directora-geral do FMI assinala que o banco central não pode substituir a consolidação orçamental dos países, mas o BCE tem ainda espaço de manobra para responder à crise do euro.

Negócios 18 de Julho de 2013 às 10:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

Christine Lagarde, directora-geral do Fundo Monetário Internacional, sugeriu esta quinta-feira que o Banco Central Europeu ainda pode fazer mais para combater a crise de dívida soberana da Euro.

 

“Não há qualquer dúvida que a política monetária não pode substituir tudo o resto que é preciso ser feito”, disse Lagarde durante uma conferência organizada pelo banco central da Lituânia.

 

Ainda assim, a directora-geral do FMI deixou claro que o BCE pode ainda aplicar mais medidas para responder à crise. “Ao contrário de muitos outros bancos centrais, o BCE tem espaço de manobra para utilizar quando for preciso e se considerar que é necessário”, acrescentou.

 

A taxa de juro de referência do BCE está em mínimos históricos, nos 0,5%, sendo que Mario Draghi tem deixado em aberto a possibilidade de novos cortes, o que colocará a taxa dos depósitos em valores negativos. Na última reunião o presidente do BCE tomou uma iniciativa inédita, ao comprometer-se com juros baixos durante um longo período de tempo.

 

Presente na mesma conferência, Jörg Asmussen, membro do conselho executivo do BCE, afirmou que o banco central tem um papel importante no combate à crise, mas limitado, sendo que “não há nada que possa ser feito” na política monetária, caso os governos não tomem medidas e sejam responsáveis por uma queda no crédito.

 

Reiterando que o BCE não se pode substituir às medidas de consolidação orçamental, Asmussen afirmou que o banco central está “pronto para agir” na activação do programa de transacções monetárias definitivas (OMT na sigla inglesa).

Ver comentários
Saber mais Lagarde BCE
Outras Notícias