Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Almeida Santos: Governo de esquerda é uma experiência “que vale a pena ser feita”

O histórico socialista defende que "vale a pena tentar, pela primeira vez", um governo de maioria de esquerda em Portugal. Contudo, Almeida Santos reconhece que a experiência tem "riscos".

António de Almeida Santos: O antigo presidente da Assembleia da República é natural de Seia, distrito da Guarda. Licenciado pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, exerceu advocacia em Lourenço Marques (actual Maputo) até 1974. Regressou a Portugal após o 25 de Abril. É membro do Conselho de Estado desde 1985 e foi presidente do Grupo Parlamentar do PS entre 1991 e 1994. Foi também presidente do PS em 1992, cargo para o qual foi reeleito em 1994.
Manuel Azevedo/Correio da Manhã
David Santiago dsantiago@negocios.pt 13 de Outubro de 2015 às 19:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

Almeida Santos admitiu esta terça-feira, 13 de Outubro, que a formação de um governo de esquerda em Portugal é uma experiência que acarreta riscos. Contudo, o histórico socialista acredita que "merece ser feita".

 

"Vale a pena tentar, pela primeira vez, um governo de esquerda. De maioria de esquerda", afirmou Almeida Santos em declarações ao Negócios antes da apresentação da candidatura de Maria de Belém às Presidenciais de 2016, que está a decorrer no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, ao mesmo tempo que António Costa está reunido com Pedro Passos Coelho e Paulo Portas na sede socialista.

 

Questionado pelo governo de maioria de José Sócrates, Almeida Santos respondeu que o antigo primeiro-ministro socialista "nunca foi de esquerda".

 

"É uma experiência que tem os seus riscos. Mas que vale a pena ser feita", acrescentou o ex-presidente da Assembleia da República.

 

À margem da cerimónia de apresentação da candidatura de Maria de Belém, também João Proença se pronunciou sobre o cenário governativo referindo que o Partido Socialista "não está a dialogar com a coligação que venceu as eleições".

 

"Neste momento não há nenhuma solução fácil. Acho que o PS não está a dialogar com a coligação que venceu as eleições", afirmou João Proença ao Negócios.

 

Ver comentários
Saber mais Almeida Santos Maria de Belém António Costa Pedro Passos Coelho Paulo Portas José Sócrates
Mais lidas
Outras Notícias