Política Antigo espião diz que Brexit pode tornar Reino Unido "mais seguro"

Antigo espião diz que Brexit pode tornar Reino Unido "mais seguro"

Ex-líder do MI6 diz que a saída do espaço comunitário permitiria reforçar os controlos da migração no território britânico.
Antigo espião diz que Brexit pode tornar Reino Unido "mais seguro"
Reuters
Negócios 24 de março de 2016 às 09:42

Um ex-operacional dos serviços secretos britânicos, Richard Dearlove, considera que uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia pode dar maior segurança ao território britânico na medida em que reforça os meios de controlo da imigração.


O antigo líder dos espiões do MI6 entre 1999 e 2004 contradiz assim, segundo a Reuters, as afirmações do primeiro-ministro David Cameron de que a saída do país na União Europeia enfraqueceria as suas defesas.


"Seja ou não um euro entusiasta, a verdade é que o Brexit do ponto de vista da segurança nacional teria um custo baixo para a segurança", escreveu Dearlove num artigo na revista Prospect, em que defende que a saída permitiria abandonar a convenção europeia de direitos humanos e aumentar o controlo das fronteiras.


As declarações do ex-chefe da secreta britânica chegam dois dias depois dos ataques terroristas em Bruxelas, que mataram pelo menos 30 pessoas e feriram mais de 200.


Entretanto, o pré-candidato às presidenciais norte-americanas Donald Trump mostrou-se convencido de que o Reino Unido vai decidir no referendo de 23 de Junho abandonar a União Europeia exactamente devido às preocupações dos cidadãos em relação à imigração.


"Com a loucura que vai na imigração, com pessoas a cair de todos os lados, acho que o Reino Unido vai acabar por se separar da União Europeia", disse o candidato numa entrevista à britânica ITV, que será transmitida esta quinta-feira.


Um discurso que está em linha com o que Trump defende para os EUA, onde já propôs a construção de um muro entre os territórios norte-americano e mexicano.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI