Política António Costa agradeceu aos chineses por terem acreditado que Portugal podia vencer a crise

António Costa agradeceu aos chineses por terem acreditado que Portugal podia vencer a crise

António Costa agradeceu aos investidores chineses que acreditaram que o país tinha condições para "enfrentar e vencer a crise" e que "deram um grande contributo para que Portugal pudesse estar hoje na situação em está, bastante diferente daquela em que estava há quatro anos atrás". PSD louva "lucidez" do líder do PS. PS diz que é "fait-divers".
António Costa agradeceu aos chineses por terem acreditado que Portugal podia vencer a crise
Bruno Simão/Negócios
Negócios com Lusa 25 de fevereiro de 2015 às 20:56

O PSD louvou esta tarde a "lucidez" do secretário-geral do PS num evento da comunidade chinesa em que agradece o investimento chinês, considerando que contribuiu para que país esteja numa situação "bastante diferente" de há quatro anos.

 

Nesse vídeo, gravado em 19 de Fevereiro nas comemorações do ano novo chinês, que decorreram no Casino da Póvoa de Varzim, António Costa agradece à comunidade e afirma: "Como nós dizemos em Portugal, os amigos são para as ocasiões. E numa ocasião difícil para o país, em que muitos não acreditaram que o país tinha condições para enfrentar e vencer a crise, a verdade é que os chineses, os investidores disseram presente, vieram e deram um grande contributo para que Portugal pudesse estar hoje na situação em que está, bastante diferente daquela que estava há quatro anos".

 

Respondendo no parlamento ao deputado do PS Eduardo Cabrita, a deputada social-democrata Clara Marques Mendes citou António Costa, louvou a "lucidez" do líder do PS, pedindo o mesmo para a bancada socialista.

 

Mais tarde, instado pelos jornalistas, o líder parlamentar do PSD Luís Montenegro afirmou que terá "fugido a boca para a verdade" ao líder socialista. "Objectivamente o que aconteceu ao doutor António Costa é que a boca lhe fugiu para a verdade, por uma vez, ao contrário aquilo que fez o PS ao longo dos últimos quatro anos, reconheceu que havia muito pessimismo em muitos sectores da sociedade portuguesa relativamente a podermos enfrentar e vencer a crise, mas felizmente não foi isso que sucedeu, não foi o pessimismo que venceu", afirmou Montenegro.

 

Confrontado pelos jornalistas, o socialista Vieira da Silva evitou comentar o teor das declarações do líder do seu partido, considerando que a divulgação desse vídeo se trata de um "fait-divers" posto a circular pela maioria para tentar desviar a atenção dos problemas do país.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI