Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Arménio Carlos pede a PS que "pense duas vezes" sobre eventual acordo com PSD e CDS

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, pediu hoje ao PS para que "pense duas vezes" sobre as negociações com PSD e CDS, afirmando que "não se pode salvar aquilo que não merece ser salvo".

Lusa 18 de Julho de 2013 às 17:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 28
  • ...

"Venham as eleições e o PS que pense duas vezes antes de decidir relativamente àquilo que neste momento está a negociar", afirmou o líder da intersindical, a propósito das reuniões entre socialistas e os partidos da maioria, com vista a um acordo de "salvação nacional", sugerido pelo Presidente da República.

 

A CGTP exige a realização de eleições legislativas antecipadas e diz que "já todos perceberam" que os partidos que suportam o Governo, PSD e CDS-PP, "têm medo" da "penalização" nas urnas.

 

"Mas não se pode salvar aquilo que não merece ser salvo e, por outro lado, precisamos de salvar o nosso país. E isso só se faz com novas políticas, com a mudança deste Governo e com a possibilidade de os portugueses, através do seu voto, decidirem o que querem", sublinhou Arménio Carlos, no final de uma visita aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo.

 

O secretário-geral da CGTP insistiu que se o PS chegar a acordo com os partidos da direita parlamentar estará a "frustrar as expectativas da esmagadora maioria do povo português" e ao mesmo tempo a "dar a mão" a um Governo "que colocou o país na situação em que nos encontramos".

 

Além disso, afirma Arménio Carlos, essa possibilidade de entendimento alargado, vai "comprometer o presente e o futuro". "O que está em marcha, neste momento, é a tentativa de prolongar os conteúdos mais negativos do memorando da 'troika', por tempo indeterminado, em Portugal. Isto é pôr em causa a democracia", acrescentou.

 

"A democracia tem de respirar e a melhor forma de respirar é colocar os trabalhadores a votar", rematou.

Ver comentários
Saber mais Arménio Carlos
Outras Notícias