Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CDS: "Houve aumento das receitas fiscais, mas não houve aumento de impostos"

O CDS-PP congratulou o trabalho do Governo pela execução orçamental de 2014. As contas públicas portuguesas fecharam o ano passado com um défice 655 milhões de euros abaixo da meta estipulada, anunciou hoje o Ministério das Finanças.

Bruno Simão
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 23 de Janeiro de 2015 às 18:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

"O Estado foi capaz, com rigor, de diminuir as despesas. O rigor nas despesas permitiu o crescimento, a recuperação", disse a deputada Cecília Meireles esta sexta-feira, 23 de Janeiro.

 

A centrista apontou o aumento das receitas fiscais, através do aumento do emprego, como sendo essencial para estes resultados. "O crescimento económico e a inversão do desemprego provocou um aumento das receitas".

 

"Houve um recorde de receita fiscais. O facto de haver mais pessoas empregadas a pagar IRS aumentou as receitas fiscais", disse.

 

Cecília Meireles sublinhou que, no ano passado, não "houve nenhum aumento das taxas de impostos". Apesar disso, "houve mais receita de IVA e houve aumento das receitas fiscais, mas não houve aumento de impostos".

 

Esta execução orçamental também vai permitir ao Governo tirar dividendos nos mercados. "Mesmo do ponto de vista de credibilidade permite manter as taxas de juro baixas a um país com um nível de dívida como Portugal", afirmou.

Ver comentários
Saber mais CDS-PP Governo Ministério das Finanças Cecília Meireles Portugal economia negócios e finanças política orçamento do estado e impostos
Mais lidas
Outras Notícias