Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CGTP escolhe novo líder na casa dos patrões

A CGTP vai escolher, hoje, o seu novo líder, que substitui Carvalho da Silva à frente da Intersindical há 25 anos. Arménio Carlos deverá ser o eleito para secretário-geral.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 27 de Janeiro de 2012 às 14:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A votação para o Conselho Nacional da CGTP tem início às 19h45, fechando meia hora depois, segundo horário disponível no “site” do Congresso da CGTP que já se iniciou hoje de manhã. Carvalho da Silva discursou, pela última vez enquanto secretário-geral da CGTP, às 12h30.

Os novos elementos do Conselho Nacional são anunciados às 22h15, reunindo-se de seguida para elegerem os órgãos dirigentes e executivos, entre eles o secretário-geral.

Tanto o Conselho Nacional como os elementos executivos serão apresentados no sábado às 19 horas, antes do discurso de encerramento do Congresso que já será proferido pelo novo secretário-geral.

O encontro-magno da CGTP está a realizar-se no Centro de Congressos de Lisboa, que é uma estrutura da AIP – Associação Industrial de Portugal, uma entidade que representa o mundo empresarial.

O Congresso vai eleger 147 membros do Conselho Nacional, saindo da actual equipa um total de 53 elementos. A Comissão Executiva é composta por 29 elementos e o secretariado geral por seis.

Além da eleição, o Congresso, que será o 12º, vai “definir as linhas gerais de orientação para o quadriénio 2012-2016, com uma estratégia sindical expressa no Programa de Acção”, diz ainda a CGTP.

Criada em 1970, a CGTP tinha, nos últimos dados conhecidos (2008), um total de 727 mil filiados, através de 103 sindicatos, que estarão representados por 900 delegados. São esperados outros tantos convidados, segundo a Lusa.

O Congresso tem um Orçamento de 280 mil euros, disse Fernando Gomes, executivo da Central Sindical, à Lusa.
Ver comentários
Saber mais CGTP carvalho da Silva Arménio Carlos Congresso
Outras Notícias