Política Comissão Permanente do Parlamento aborda Tancos depois das eleições

Comissão Permanente do Parlamento aborda Tancos depois das eleições

Esta decisão foi anunciada, na Assembleia da República, aos jornalistas pelo líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, que protestou por este debate não ocorrer ainda durante a campanha eleitoral, atribuindo a decisão à "maioria do costume", PS, PCP, BE e Verdes (PEV).
Comissão Permanente do Parlamento aborda Tancos depois das eleições
Manuel de Almeida
Negócios com Lusa 02 de outubro de 2019 às 12:43
A conferência de líderes parlamentares marcou hoje o debate pedido pelo PSD sobre Tancos em Comissão Permanente da Assembleia da República para a próxima quarta-feira, já depois das eleições legislativas do próximo domingo.

Esta decisão foi anunciada, na Assembleia da República, aos jornalistas pelo líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, que protestou por este debate não ocorrer ainda durante a campanha eleitoral, atribuindo a decisão à "maioria do costume", PS, PCP, BE e Verdes (PEV).

Em seguida, a deputada do PEV, Heloísa Apolónia, adiantou que a data de quarta-feira foi sugerida pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e que apenas PSD e CDS-PP se opuseram a essa data.

Negrão acrescentou ainda não compreender os argumentos apresentados pela esquerda parlamentar para evitar que o caso de Tancos fosse debatido no Parlamento em plena campanha eleitoral. "A intenção do PSD é dar toda a informação aos portugueses sobre um assuntos que foi levantado durante a campanha eleitoral", sustentou o líder parlamentar social-democrata que disse ainda estar à espera de ouvir o PS sobre este assunto, concluindo que a Comissão Permanente "era o local certo".  


Desta forma, os deputados vão discutir o tema já depois das legislativas, o que significa que há parlamentares que poderão estar de saída da Assembleia a tratar o assunto.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI