Política Daniel Bessa: "Não acredito muito que a economia cresça pelo mercado interno"

Daniel Bessa: "Não acredito muito que a economia cresça pelo mercado interno"

O ex-ministro da Economia, Daniel Bessa, esteve reunido esta quinta-feira com Cavaco Silva, a quem transmitiu a necessidade de manter o rumo de consolidação das contas públicas. E disse que duvida do modelo económico preconizado pelos socialistas.
Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar/Negócios

O economista Daniel Bessa esteve reunido durante cerca de meia hora com o Presidente da República, com quem falou "sobretudo de economia". À saída, recusou-se a fazer considerações sobre se António Costa deve ou não ser indigitado. Mas deixou uma alfinetada ao modelo económico do PS: "Não acredito muito que a economia possa crescer pelo mercado interno, em economias muito abertas como a nossa perde muito pelas importações".

 

Daniel Bessa, o segundo economista a ser recebido por Cavaco Silva esta quinta-feira, depois de Vítor Bento, acrescentou que a aposta no mercado interno e no consumo lhe parece "dúbia" e "excessiva". "Estamos a falar de país muito pequeno, muito aberto", descreveu, sustentando que a aposta no consumo poderia resultar em economias maiores, como o Brasil, Estados Unidos ou Rússia. "Eu quero que o mercado interno cresça através das receitas de exportações", acrescentou.

 

O PS pretende, no programa de Governo, devolver mais rapidamente os salários da Função Pública e a sobretaxa, além de subir o salário mínimo, para, com isso, aumentar o rendimento dos portugueses e estimular o consumo.

 

Daniel Bessa defendeu ainda que as contas públicas apresentaram uma melhoria nos últimos anos, embora não tanto como as exportações. "Era muito importante que o rumo fosse mantido", assinalou ainda o economista.

 

Daniel Bessa foi ministro da Economia no primeiro Governo de António Guterres e é actualmente director na COTEC.

 

Cavaco Silva vai ouvir outros cinco economistas esta quinta-feira, e reúne com Passos Coelho ao final do dia.

Agenda do Presidente da República para esta quinta-feira:
10:00 Vítor Bento
10:45 Daniel Bessa
11:30 João Salgueiro
12:15 Luís Campos e Cunha
15:00 Fernando Teixeira dos Santos
15:45 António Bagão Félix
16:30 Augusto Mateus
17:15 Audiência ao governador do Banco de Portugal, Carlos Costa
18:00 Reunião semanal com o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho



pub

Marketing Automation certified by E-GOI