Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Deputados italianos aprovam voto de confiança ao Governo de Enrico Letta

Os deputados italianos aprovaram esta noite um voto de confiança ao executivo chefiado por Enrico Letta, que tinha apresentado um ambicioso programa de relançamento económico, moralização da política e mudar a orientação europeia.

Bloomberg
Lusa 29 de Abril de 2013 às 23:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os deputados aprovaram por larga maioria a confiança ao Governo, com 453 "sim" quando eram requeridos 303 votos, enquanto os senadores votam na terça-feira.

 

Depois de ter prestado o juramento, Letta garantiu, no que foi o seu primeiro discurso aos deputados, que pretende resultados das reformas económicas, sociais e políticas em 18 meses. Se fracassar, disse que ia "tirar todas as consequências". Democrata-cristão de esquerda, Letta proclamou: "Ousemos fazer grandes coisas".

 

Ao fim de dois meses de impasse político, Letta foi escolhido para chefiar o primeiro Governo de unidade esquerda-direita do pós-guerra.

 

Reclamando usar uma "linguagem da verdade", Letta disse que "a Itália está a morrer por causa da austeridade" e que "as políticas de relançamento não podem esperar".

 

Apesar de se considerar "europeu e europeísta" [favorável a uma federação europeia], Letta, que anunciou deslocações iminentes a Berlim, Bruxelas e Paris, criticou uma União Europeia "em crise de legitimidade, no momento em que os cidadãos mais precisam dela". Considerou, a propósito, que "a Europa, como está, precisa de mudanças significativas". Garantiu que a Itália vai "respeitar os seus compromissos" com a União Europeia, mas quer uma "margem de manobra" mais ampla para a sua economia.

 

As prioridades enunciadas por este que, com 46 anos, é um dos mais jovens dirigentes europeus, são as de atacar "a situação de urgência" no mercado de trabalho italiano, onde existem 12% de desempregados, que sobe para 35% quando se trata dos jovens, e "ao pesadelo do empobrecimento".

Ver comentários
Saber mais Deputados italianos aprovação voto de confiança Governo Enrico Letta
Mais lidas
Outras Notícias