Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Director do FMI acusado hoje formalmente em tribunal

O director do FMI, Dominique Strauss-Khan, vai comparecer hoje no tribunal criminal de Nova Iorque, onde deverá ser formalmente acusado de tentativa de violação de uma jovem empregada de hotel e saber se será libertado sob fiança.

Lusa 16 de Maio de 2011 às 08:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Strauss-Khan foi esperado todo o dia de domingo no tribunal, mas já depois das 22:00 locais o advogado William Taylor informou os jornalistas do adiamento da audiência, motivado por novas análises para recolha de provas, a pedido do procurador.

O novo "exame científico e forense" referido pelo advogado terá como objectivo procurar no corpo de Strauss-Khan arranhões ou vestígios de ADN da alegada vítima, segundo adiantou o Wall Street Journal.

O director do FMI encontra-se sob custódia policial, depois de ter sido acusado na madrugada de domingo de agressão sexual, tentativa de violação e sequestro de uma empregada de hotel no quarto onde estava hospedado em Nova Iorque.

Os advogados do director do FMI já fizeram saber que vai declarar-se inocente e que pretende "defender-se vigorosamente".

Na sessão de segunda-feira, o director do FMI será informado das acusações de que é alvo e o juiz decidirá se vai ser libertado sob fiança, e em que montante.

Será ainda decidido se o caso será ouvido por um comité de jurados ("Grand Jury"), se existe uma confissão do crime e se foi identificado por testemunhas.

No domingo, a vítima, de 32 anos, identificou o alegado agressor.



Ver comentários
Saber mais Dominique Strauss-Khan FMI
Outras Notícias