Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa cai perante receios com situação na Líbia

As tensões sentidas no Norte de África e no Médio Oriente continuam a ser a razão para o pessimismo dos investidores.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 22 de Fevereiro de 2011 às 11:36
A situação na Líbia continua a ditar o comportamento dos mercados e são os confrontos que aí estão a ter lugar que estão a levar à queda das bolsas europeias pelo terceiro dia consecutivo.
O vermelho está assim a dominar o Velho Continente, numa altura em que o Stoxx 600 perde 1,02% e se fixa nos 284,25 pontos. O índice europeu está a ser penalizado por 511 empresas, cerca de 85% do total. Apenas 50 firmas que integram o índice têm uma tendência inversa, num dia em que o sector automóvel é o único que sobe.

“Os mercados estão a ficar cada vez mais nervosos com a deterioração da situação tanto no Norte de África como no Médio Oriente. Há um notável risco de contágio com as notícias de que a China está a fazer tudo para bloquear a cobertura dos protestos”, refere à Bloomberg o analista da IG Markets, Ben Potter.

A maior queda na Europa é registada pela Grécia, que perde 3,11% para 760,19 pontos, sendo que o IBEX-35 espanhol cai 1,63% para 10.634,7 pontos.

Entre as principais praças europeias, o DAX da Alemanha perde abaixo de 1%, deslizando 0,46% para 7.287,77 pontos, uma tendência que o PSI-20 português também sente, já que quebra 0,87% para 7.787,12 pontos. Amesterdão desvaloriza 1,04% para 367,05 pontos, Londres 1,15% para 5.945,4 pontos e Paris fixa-se nos 4040,5 pontos ao retrair 1,39%.

A bolsa de valores italiana ainda não abriu hoje devido a “questões técnicas”, depois de ontem ter caído o máximo desde há oito meses. A Itália é o país europeu com laços económicos mais próximos com a Líbia, escreve a Bloomberg.

O comportamento bolsista da Europa é semelhante ao que se verificou hoje na Ásia, onde o MSCI Ásia Pacífico depreciou 1,8%.

Ver comentários
Saber mais bolsas europeias IBEX-35 DAX FTASE Ásia Líbia
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio