Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eurosondagem: PS e PSD/CDS descem, mas socialistas perdem terreno para a maioria

O PS foi o partido que mais desceu na sondagem da Eurosondagem de Junho, o que permite aos partidos da maioria aproximarem-se dos socialistas. Maioria é cenário cada vez mais distante.

Bruno Simão/Negócios
David Santiago dsantiago@negocios.pt 12 de Junho de 2015 às 13:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 86
  • ...

De acordo com a sondagem da Eurosondagem para a SIC e o Expresso, em Junho o PS foi mesmo o partido que mais caiu (-1,2 pontos) face ao mês anterior, com os socialistas a garantirem agora 36,9% das intenções de voto.

 

Apesar de recuar ligeiros 0,3 pontos percentuais, a coligação PSD/CDS alcança 33,3% das intenções de voto e aproxima-se dos socialistas. A distância entre o PS e os partidos da maioria é agora de 3,6 pontos percentuais, uma diferença pouco maior do que a margem de erro do estudo da Eurosondagem.

 

Já um cenário de maioria absoluta é cada vez mais improvável enquanto desfecho das eleições legislativas que deverão realizar-se na primeira quinzena de Outubro. Ainda esta quinta-feira o líder parlamentar socialista, Ferro Rodrigues, reconhecia ser difícil o PS conseguir alcançar uma maioria absoluta. Apesar dos apelos a consensos, o partido liderado por António Costa já colocou de parte qualquer hipótese de entendimento pós-eleitoral com a actual maioria governativa.

 

Quem também desceu ligeiramente face a Maio foi o BE. Depois de terem avançado cinco décimas no mês anterior, os bloquistas recuaram três décimas para 4,5% em Junho.

 

Em sentido inverso, a CDU, o PDR e o Livre/Tempo de Avançar cresceram 0,2 pontos percentuais. A CDU mantém-se estável na terceira posição com 10,5%, o PDR de Marinho e Pinto surge com 2,7% enquanto o movimento protagonizado por Rui Tavares e Ana Drago alcança o patamar dos 2%.

 

Popularidade de Passos é a que mais sobe mas Costa continua a ser o líder mais popular

 

A popularidade de António Costa melhorou em 2,2 pontos para uma avaliação global positiva de 17,2%, com o secretário-geral socialista a afirmar-se como o mais popular de entre todos os líderes partidários.

 

No entanto, o primeiro-ministro e também presidente do PSD, Passos Coelho, viu a sua popularidade subir 3,2 pontos face ao mês anterior. Ainda assim Passos continua com uma avaliação de -4,7%.

 

E apesar da ligeira descida registada pelo BE, a porta-voz bloquista, Catarina Martins, também registou um forte crescimento (3 pontos) em termos de popularidade no mês de Junho, para uma avaliação global de 3,3%.

 

Paulo Portas, líder do CDS, e Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, também se mantêm com níveis de popularidade positivos. Pelo contrário, o Presidente da República, Cavaco Silva, continua com uma popularidade negativa (-5,5%) numa altura em se aproxima o culminar de dez anos de mandatos presidenciais.

Ver comentários
Saber mais Eurosondagem PS PSD CDS CDU PDR Livre António Costa Rui Tavares Passos Coelho Paulo Portas Jerónimo de Sousa
Outras Notícias