Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ex-patrão chinês da EDP assume cargo de vice-governador provincial

Cao Guangjing, ex-presidente da China Three Gorges, o maior accionista da EDP, assumiu o cargo de vice-governador da província de Hubei, no centro do país, anunciou o Governo municipal no fim-de-semana.

Lusa 02 de Junho de 2014 às 07:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A nomeação de Cao Guangjing, referida desde a sua saída da China Three Gorges, em Março passado, foi aprovada na última sessão da Assembleia Popular de Hubei, segundo um comunicado da reunião difundido no portal do governo provincial.

 

O antigo patrão chinês da EDP é um dos sete vice-governadores de Hubei, a província onde se encontra a Barragem das Três Gargantas, com cerca de o dobro da superfície de Portugal e mais de 60 milhões de habitantes.

 

Cao Guangjing saiu da presidência da China Three Gorges depois de a Comissão Central de Disciplina do Partido Comunista Chinês ter detectado "irregularidades" na gestão da empresa, nomeadamente "abuso de poder em licitações e contratos de projectos" e "ineficiências na comunicação entre funcionários com cargos importantes".

 

"A mudança de quadros entre as grandes empresas estatais e instituições governamentais é um fenómeno muito comum na China. É um passo normal na carreira dos quadros dirigentes chineses", disse na altura Cao Guangjing em declarações à agência Lusa.

 

Cao Guangjing, 50 anos, é também membro suplente do Comité Central do Partido Comunista Chinês.

 

Lu Chun, um quadro ligado à construção e gestão da Barragem das Três Gargantas, é o novo presidente da China Three Gorges. O director-geral da empresa também mudou, com Chen Fei a ser substituído por Wang Lin.

 

A China Three Gorges tornou-se o maior accionista da EDP (Energias de Portugal) em 2012, depois de ter pago 2,7 mil milhões de euros por 21,35% do capital da eléctrica portuguesa.

 

Foi um dos maiores investimentos chineses na Europa e o início de uma nova era nas relações económicas luso-chinesas.

 

A participação no capital da EDP detida pela China Three Gorges foi comprada ao Estado português na sequência de um processo de privatização a que concorreram também duas empresas brasileiras e uma alemã.

Ver comentários
Saber mais Cao Guangjing China Three Gorges EDP Hubei política
Outras Notícias