Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ferreira Leite apresenta hoje "Compromisso de Verdade"

A Economia, as questões sociais e a solidariedade, a justiça a educação e a segurança são as prioridades do programa eleitoral do PSD, um documento de 40 páginas designado "Compromisso de Verdade" que será hoje apresentado em Lisboa.

Negócios com Lusa 27 de Agosto de 2009 às 16:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Economia, as questões sociais e a solidariedade, a justiça a educação e a segurança são as prioridades do programa eleitoral do PSD, um documento de 40 páginas designado "Compromisso de Verdade" que será hoje apresentado em Lisboa.

"Durante meses ouvimos os portugueses, analisámos os problemas, fizemos propostas. (...) Este programa eleitoral do PSD tem como objectivo a apresentação das orientações políticas que, merecendo a confiança dos Portugueses, seguiremos quando formos chamados a formar Governo", avisa a líder dos sociais-democratas no preâmbulo do documento, a que a agência Lusa teve acesso.

Segundo o PSD, Portugal confronta-se hoje com uma das crises mais graves desde que se tornou num país democrático.

"Esta crise é, porém, diferente das outras - mais complexa, mais ampla e mais profunda. É, antes de mais, uma crise estrutural, interna, em que é a própria independência económica do País que está em causa. É uma crise mais complexa porque nos atinge num momento em que as soluções anteriores, de integração europeia, só por si já não bastam", alegam os sociais-democratas.

A crise, assegura o PSD, "é mais ampla porque enfrenta uma conjuntura internacional grave. E é mais profunda porque não é apenas uma crise económica - é também uma crise de esperança dos portugueses, fruto de uma grande crise social, de uma crise de confiança na justiça, de uma crise que encontrou o Governo numa situação de divórcio com as diversas classes profissionais, depois de quatro anos de confrontos e de humilhações inúteis, e de uma crise de credibilidade da política".

É neste contexto que o PSD apresenta as prioridades para o país. Na Economia, o PSD quer criar condições para aumentar o emprego e para retomar o crescimento e a convergência com a União Europeia.

Quer ainda recuperar a competitividade e eliminar ou reduzir os obstáculos que têm impedido o desenvolvimento do país.

Na área das questões sociais e a solidariedade, o partido de Manuel Ferreira Leite defende que é essencial aumentar a coesão social, a par da necessidade imperiosa de se acudir aos problemas mais prementes da pobreza e das desigualdades. Prioritárias, para o PSD, são ainda "as pessoas e as famílias".

"Não nos serve um desenvolvimento que não se alicerce no bem-estar social, que passa também por uma maior acessibilidade aos serviços de saúde", defendem os sociais-democratas.

A Justiça é uma das apostas do partido, quer recuperar a confiança no sistema judicial e garantir a sua eficácia.

"Trata-se de um investimento decisivo, sob pena de todo o tecido económico e social se esboroar. A justiça é o primeiro pilar da garantia e defesa das liberdades", defendem os sociais-democratas.

Na área da educação, o PSD promete combater "o facilitismo" e lutar pela recuperação do prestígio dos professores. Os sociais-democratas defendem ainda o reforço da autoridade do Estado, uma efectiva política de prevenção e a melhoria da coordenação dos meios de combate à criminalidade.

Ver comentários
Outras Notícias