Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fórum para a Competitividade apela a novas negociações entre coligação e PS

O Fórum considera a evolução das últimas semanas “muito preocupante” e julga que se está a menosprezar o risco de uma subida das taxas de juro.

Pedro Elias/Negócios
Negócios jng@negocios.pt 05 de Novembro de 2015 às 13:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Fórum para a Competitividade apela a um "regresso à mesa das negociações" do PS, PSD e CDS-PP, com os socialistas a recuarem na solução governativa à esquerda. Um apelo deixado aos partidos mas também a Cavaco Silva.

 

"Reunidos os seus órgãos sociais, entendeu que deve apelar ao Presidente da  República, aos partidos que integram a coligação e ao Partido Socialista  para que não abandonem os objectivos que foram sendo definidos como os objectivos nacionais nos últimos trinta anos", diz o comunicado divulgado após a reunião alargada do conselho consultivo que teve lugar no dia 2 de Novembro. O que passa pelo "o regresso à mesa das negociações dos partidos que partilham aqueles valores e objectivos".

 

Embora reconhecendo que "o governo não conseguiu assegurar uma participação construtiva do Partido Socialista no esforço do ajustamento", o Fórum presidido por Pedro Ferraz da Costa entende que "não é aceitável que este abandone agora as suas responsabilidades e méritos na integração europeia e na participação no Euro, aliando-se às forças políticas que mais o combateram nesses objectivos que são hoje o quadro permanente de acção de qualquer governo de Portugal".

 

O Fórum considera que quer a campanha eleitoral, quer a evolução das últimas semanas é "muito preocupante". Ideia já deixada por Pedro Ferraz da Costa em declarações após a reunião: "Há uma grande preocupação com a possibilidade de haver um governo apoiado pelo PCP e Bloco de Esquerda [BE], que tem a ver com várias razões, nomeadamente com as posições assumidas nos últimos 40 anos pelo PS e pelos outros dois partidos."

 

O comunicado acrescenta que "a campanha eleitoral e as afirmações recentes de responsáveis do PS e dos partidos à sua esquerda revelam que se está a menosprezar quer os resultados obtidos, quer o risco de uma subida das taxas de juro nos precipitar para novo resgate". Salienta que até ao momento não se ouviram referências "à necessidade de prosseguir as reformas estruturais para modernizar a economia". E alerta que "o objectivo de aumentar a procura interna e o consumo desiquilibrará de novo a balança externa.

 

O Fórum volta ainda a apelar a um acordo político de médio prazo, que exceda o tempo de uma legislatura, que permita assegurar um crescimento sustentado da economia.

Ver comentários
Saber mais Fórum para a Competitividade Legislativas 2015 Governo Ferraz da Costa
Outras Notícias