Política Governo afasta Luís Patrão do Turismo de Portugal (act.)

Governo afasta Luís Patrão do Turismo de Portugal (act.)

Ex-chefe de gabinete de José Sócrates vai ser substituído no âmbito de uma reforma que reduzirá cargos dirigentes, cá dentro e lá fora.
Ana Torres Pereira 21 de novembro de 2011 às 13:03
Luís Patrão vai ser afastado da presidência do Instituto do Turismo de Portugal que, por seu turno, será também alvo de uma profunda reforma com a redução de cargos dirigentes e uma maior integração dos seus postos no estrangeiros nos locais onde funcionam as embaixadas e escritórios do AICEP.

Ao Negócios, Luís Patrão não quis comentar as noticias avançadas hoje pelo "Público" e o jornal "i", mas em declarações recentes, o ainda presidente do Turismo de Portugal havia dito que estava "tranquilamente no cumprimento do mandato".

O mandato de Luís Patrão termina em Maio de 2013, mas o presidente do Turismo de Portugal, em declarações ao Negócios no dia Mundial do Turismo, reiterou que a sua saída ou não do instituto "não depende de mim, o que depende é cumprir o meu trabalho a 110% e com muito gosto e com muito sacrifício pessoal às vezes, mas entregando-me a um espírito de missão".

Segundo o "Diário Económico", sem citar fonte, Frederico Costa, vice-presidente do Turismo de Portugal vai ser a escolha do Executivo para liderar o organismo do turismo.

O processo, noticiado por alguns jornais, está a ser coordenado pelo Ministério da Economia e dos Negócios Estrangeiros, no âmbito de uma reforma das estruturas diplomáticas e consultares orientada para a promoção dos investimentos e exportações portuguesas.

O Turismo de Portugal já é fruto de uma reformulação feita pelo Governo socialista de José Sócrates, tendo agregado três organismos distintos. Nessa altura, o novo organismo passou de 80 cargos dirigentes, para 30, diminuindo igualmente as direcções gerais de 13 para 5. Estas mudanças também significaram redução de postos de trabalho que na época se estimava na ordem de uma centena de colaboradores.

Patrão foi chefe de gabinete dos antigos primeiros-ministros socialistas, António Guterres e José Sócrates. E foi a escolha de José Sócrates, durante o seu Governo socialista, para liderar o Turismo de Portugal, o organismo que agregou três entidades distintas (Turismo de Portugal, Direcção Geral do Turismo e Inspecção de Jogos).



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI