Política Intercampus: PS com vantagem de 4,9 pontos face à coligação PSD/CDS

Intercampus: PS com vantagem de 4,9 pontos face à coligação PSD/CDS

A sondagem da Intercampus para o Público, TVI e TSF atribui 37,6% das intenções de voto aos socialistas, com uma vantagem de 4,9 pontos percentuais para os partidos da maioria que alcançam 32,7%. A esmagadora maioria dos inquiridos (65,7%) preferem um Governo maioritário para a próxima legislatura.
Intercampus: PS com vantagem de 4,9 pontos face à coligação PSD/CDS
Miguel Baltazar/Negócios
David Santiago 08 de julho de 2015 às 23:25

De acordo com a sondagem da Intercampus para o jornal Público, para a TVI e para a TSF, se as eleições fossem hoje o PS seria o vencedor com 37,6% das intenções de voto. Esta sondagem coloca os socialistas com uma vantagem de 4,9 pontos percentuais relativamente à coligação PSD/CDS que se fica por 32,7% das intenções de voto.

 

Tendo em conta que a margem de erro desta sondagem, realizada entre 26 de Junho e 4 de Julho, é de cerca de 3,1%, a vantagem do maior partido da oposição face aos partidos do actual Governo garantiria a vitória do PS. 

Todavia, apesar da garantia de vitória socialista atribuída pelo estudo da Intercampus, os 37,6% não permitiram alcançar a pretendida maioria absoluta. Ainda na semana passada, António Costa, secretário-geral do PS, presente na Redacção Aberta do Negócios, reiterava que o objectivo do seu partido continua a ser o de "ganhar com maioria" as próximas legislativas que terão lugar entre o final de Setembro e o início de Outubro.

 

A CDU surge na terceira posição com 11,0% das intenções, confirmando a expectativa de que a coligação entre o PCP e Os Verdes consiga garantir o último lugar do pódio. Já o BE surge com 6,0%, ficando os restantes partidos com um acumulado de 6,7%. Neste grupo, tanto o Livre/Tempo de Avançar, como o PDR de Marinho e Pinto, ficam aquém da fasquia de 1%.

 

Questionados sobre quem irá vencer as próximas eleições, 45,9% dos inquiridos pela Intercampus acreditam que será o PS, enquanto 31,4% antecipam uma vitória dos partidos que formam a actual coligação de Governo.

 

E no que diz respeito à solução de governo preferida, há uma clara maioria daqueles que preferem que o próximo Executivo seja apoiado por uma maioria parlamentar. Enquanto uma esmagadora maioria de 65,7% quer um Governo com maioria absoluta, apenas 25,4% acreditam que a melhor solução passaria por um Governo minoritário.

 

E se o resultado das eleições não ditar nenhuma maioria absoluta imediata, 36,4% dos inquiridos gostaria de ver em São Bento um Governo de coligação entre os partidos do dito arco-da-governação (PS, PSD e CDS). Não muito distante, 33,4% dos inquiridos preferiria uma solução de governo que passasse por uma coligação entre os partidos da esquerda. O Público explicita que a Intercampus não considerou a possibilidade de uma coligação de direita dado que o PSD e o CDS já concorrem coligados a estas eleições. 


(Notícia actualizada às 23h42)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI