Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

João Paulo Catarino vai ser secretário de Estado das Florestas

O socialista vai deixar a secretaria de Estado da Valorização do Interior para ser o próximo secretário de Estado das Florestas, apurou o Negócios. No novo Governo, esta pasta transita do Ministério da Agricultura para o Ambiente, que continuará a ser tutelado por Matos Fernandes.

Marisa Cardoso / Sábado
David Santiago dsantiago@negocios.pt 18 de Outubro de 2019 às 12:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

João Paulo Catarino vai ser o próximo secretário de Estado das Florestas, soube o Negócios. O socialista tem experiência executiva na área das florestas, tendo sido durante meio ano, em 2005, secretário de Estado do Desenvolvimento Rural das Florestas.

O ainda secretário de Estado da Valorização do Interior assume as Florestas que, no novo Governo, deixa de ser tutelada pelo Ministério da Agricultura para ficar sob alçada do Ambiente.

Ao Negócios, a Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais (FNAPF) congratula-se com esta escolha, sustentando que Catarino é alguém com "formação florestal" e detentor de "profundo conhecimento do setor", fatores que a FNAPF considera serem relevantes para a evolução desta área.

João Paulo Catarino, engenheiro agrónomo e ex-presidente da Câmara de Proença-a-Nova, assumiu funções executivas em outubro do ano passado no âmbito de uma remodelação governamental que criou esta secretaria de Estado, a qual ficou desde então instalada em Castelo Branco. Antes, foi coordenador adjunto da Unidade de Missão para a Valorização do Interior. 

O dirigente do PS, que integra atualmente a Comissão Nacional do partido, terá de reportar a João Pedro Matos Fernandes que continuará como ministro no renomeado Ministério do Ambiente e da Ação Climática. Com a mudança da Agricultura para o Ambiente, resta ainda saber se a pasta que ficará a cargo de Catarino continuará a ser denominada de secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, ou se perde esta última atribuição. 

Segundo pode ler-se na nota biográfica que consta do site do Governo, entre 2004 e 2005 João Paulo Catarino foi responsável pela Divisão do Núcleo Florestal do Pinhal Interior Sul. De 2005 até março de 2016 foi presidente da autarquia de Proença-a-Nova.

Em agosto, a SIC Notícias avançou que Catarino estaria a ser investigado por crimes de corrupção, abuso de poder e prevaricação por atos realizados enquanto autarca de Proença-a-Nova, contudo o socialista garantiu depois ter sido ouvido no processo somente como testemunha.


(Notícia atualizada)

Ver comentários
Saber mais João Paulo Catarino Governo Florestas
Mais lidas
Outras Notícias