Política Maioria dos eleitores do PSD e do CDS concordam com coligação

Maioria dos eleitores do PSD e do CDS concordam com coligação

A maioria dos eleitores do PSD e do CDS, se estivessem na pele dos líderes destes partidos, avançariam para uma coligação nas eleições legislativas, revela uma sondagem realizada antes do anúncio deste sábado.
Maioria dos eleitores do PSD e do CDS concordam com coligação
Miguel Baltazar
Sara Antunes 26 de abril de 2015 às 16:00

Uma sondagem da Aximage para o Negócios e o Correio da Manhã revela que quase 62% dos inquiridos, se fossem Pedro Passos Coelho faria uma coligação com o CDS. Quando questionados se o fariam se fossem Paulo Portas a percentagem supera os 72%.

 

A sondagem foi realizada nos dias nos dias 4, 6, 7 e 8 de Abril de 2015, ou seja, mais de duas semanas antes dos dois líderes partidários terem revelado que vão avançar para as eleições legislativas em coligação. A amostra teve 602 entrevistas efectivas.

 

Questionado sobre "se fosse Passos Coelho faria coligação com o CDS", 61,8% do total dos inquiridos responderam que sim, contra 34,1% que disseram que não. Por partidos, 68,6% dos inquiridos associados ao PSD responderam que fariam uma coligação, sendo que apenas 30,6% recusaram este cenário. Já quando analisados as respostas do eleitores associados ao CDS as respostas afirmativas correspondem a 87,2%. E mesmo quando analisadas as respostas dos outros partidos, como o PS, a CDU e o BE, a maioria aponta para uma coligação.

 

Já se fossem Paulo Portas 72,5% dos inquiridos dizem que apostavam numa coligação com o PSD, uma percentagem superior à obtida na pergunta cujo sujeito era Passos Coelho. E, neste caso, dos eleitores inquiridos associados ao CDS 87,2% respondeu afirmativamente. Já entre os associados ao PSD 86,4% apostaria numa coligação. Também nesta questão os eleitores ligados ao PS, CDU e BE apostariam maioritariamente numa coligação com o PSD.

 

Esta sondagem reforça assim a ideia de coligação entre os dois partidos. Com o aproximar das eleições, cuja data ainda não está marcada mas que deverá ocorrer em Setembro ou Outubro, muito se tem falado sobre se os dois partidos avançariam em coligação ou não. Este sábado, 25 de Abril, Passos Coelho e Paulo Portas desfizeram as dúvidas, anunciando que PSD e CDS vão concorrer às eleições legislativas coligados.

 

Ficha Técnica 

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

 

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 602 entrevistas efectivas: 271 a homens e 331 a mulheres; 105 no Interior Centro Norte, 163 no Litoral Centro Norte, 90 no Sul e Ilhas, 173 em Lisboa e Setúbal e 71 no Grande Porto; 139 em aldeias, 218 em vilas e 245 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

 

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 4, 6, 7 e 8 de Abril de 2015, com uma taxa de resposta de 82,6%.

 

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 602 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 4,00%).

 

Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI