Política Marcelo: Antecipar eleições seria “o pandemónio”

Marcelo: Antecipar eleições seria “o pandemónio”

Comentador acusa o ministro das Finanças de “teimosia” e considera que “Passos Coelho só agora está a impor a sua compreensão política a Vítor Gaspar”.
Marcelo: Antecipar eleições seria “o pandemónio”
Negócios 27 de maio de 2013 às 00:05

Marcelo Rebelo de Sousa considera que “até 30 de Junho de 2014 é provável e desejável que o Governo não caia”, pois “encavalitar” umas eleições legislativas após as autárquicas seria “o pandemónio”.

 

No habitual comentário na TVI, Marcelo Rebelo de Sousa discordou assim da posição defendida por vários conselheiros de Estado, manifestada na reunião da última segunda-feira, onde também esteve presente.

 

Sobre a possibilidade de o Governo pedir nova flexibilização do défice orçamental, tal como admitiu o primeiro-ministro, Marcelo lamenta que o pedido à troika seja feito “com seis a nove meses de atraso”.

 

“Passos Coelho só agora está a impor a sua compreensão política a Vítor Gaspar”, disse o comentador na TVI, acusando o ministro das Finanças de “teimosia”.




Marketing Automation certified by E-GOI