Política Maria Luís Albuquerque: "Acredito mesmo" na vitória do PSD

Maria Luís Albuquerque: "Acredito mesmo" na vitória do PSD

Em entrevista ao Observador, a ministra das Finanças diz acreditar na vitória do partido nas legislativas do Outono de 2015. Se não for esse o caso, defende que Passos Coelho permaneça à frente do partido. "É um excelente líder, quer à frente do governo, quer eventualmente da oposição".
Maria Luís Albuquerque: "Acredito mesmo" na vitória do PSD
Pedro Elias/Negócios
Negócios 15 de dezembro de 2014 às 19:04

Em entrevista ao Observador, a ministra das Finanças, diz acreditar na vitória do partido nas legislativas do Outono de 2015. "Acho que os portugueses reconhecem a importância de não deixar andar para trás", argumenta Maria Luís Albuquerque.

 

Apontada, a par de Rui Rio, como potencial sucessora de Pedro Passos Coelho na liderança do partido, recusa que uma derrota dos social-democratas signifique necessariamente o afastamento do seu actual líder. "O dr. Pedro Passos Coelho tem demonstrado ser um líder muito forte, muito convicto, muito preocupado com o interesse do país. E acho que seria sempre um excelente líder – com um contributo relevante para o país – quer à frente do Governo, quer à frente, eventualmente, da oposição".  

 

"Acho que é um sinal de maturidade democrática, porque o que nós mais encontramos por essa Europa fora são casos de líderes partidários que passam do Governo para a oposição e frequentemente voltam ao Governo. Pode ser estranho para nós, mas não é estranho no panorama democrático", acrescenta.

 

Essa "maturidade democrática", diz ainda, está reflectida na capacidade de articulação da actual coligação com o CDS-PP que "tem o mérito de demonstrar que em Portugal é possível cumprir uma legislatura em coligação – algo que até hoje nunca tinha sido possível".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI