Política México aceita pedido de asilo de Evo Morales

México aceita pedido de asilo de Evo Morales

O ministro mexicano dos Negócios Estrangeiros afirmou esta segunda-feira que o país aceitou o pedido de asilo de Morales, garantindo-lhe também transporte seguro entre os dois países. 
México aceita pedido de asilo de Evo Morales
EPA
Sábado 11 de novembro de 2019 às 23:05

Após ter apresentado a sua demissão enquanto presidente da Bolívia, Evo Morales (na foto) irá agora mudar-se para o México, onde ficará asilado a seu pedido. O ministro mexicano dos Negócios Estrangeiros afirmou esta segunda-feira que o país aceitou o pedido de asilo de Morales, garantindo-lhe também transporte seguro entre os dois países. 

 

O Governo do México já tinha anunciado que, caso Morales quisesse, as portas do país estariam abertas para o receber. O antigo presidente terá avançado com o pedido, que foi agora aceite. 

"Recebemos uma chamada do presidente Evo Morales à qual respondeu ao nosso convite e solicitou verbal e formalmente o asilo do nosso país", informou Marcelo Ebrard em conferência de imprensa.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do México informou também que o asilo foi concedido a Evo Morales pois a "sua vida e integridade correm riscos" e pediu às autoridades bolivianas que emitam um documento a garantir que a "integridade pessoal e liberdade" do seu ex-presidente "não serão colocadas em perigo". Esta segunda-feira, Ebrard indicou que o seu governo havia recebido mais de 20 pedidos de asilo político da Bolívia.

 

No domingo, Morales anunciou uma ordem de "prisão ilegal" contra si já depois de se ter demitido após chefes das Forças Armadas e da polícia da Bolívia terem exigido que o presidente abandonasse o cargo para que a estabilidade e a paz pudessem regressar ao país.




Marketing Automation certified by E-GOI