Política Michel Temer já é Presidente do Brasil

Michel Temer já é Presidente do Brasil

O até aqui vice-Presidente brasileiro já foi formalmente notificado para suceder a Dilma Rousseff, horas depois de a Presidente ter sido temporariamente afastada do cargo no seguimento do processo de destituição.
Michel Temer já é Presidente do Brasil
REUTERS/Ueslei Marcelino
Paulo Zacarias Gomes 12 de maio de 2016 às 16:02

Michel Temer, o até aqui vice-Presidente brasileiro, assinou na tarde desta quinta-feira o termo de posse como Presidente interino do país, sucedendo assim a Dilma Rousseff no cargo quatro horas e meia depois de a Presidente ter sido temporariamente afastada de funções no seguimento do processo de destituição de que é alvo.

As primeiras imagens da tomada de posse foram divulgadas por volta das 15:40, na conta do próprio governante na rede social Twitter, onde se pode ver Temer a receber uma pasta escura com o símbolo dourado do Senado Federal, e a assinar a notificação de posse remetida dentro da pasta por aquele órgão de soberania.

O documento que assinou dá conta de que Dilma Rousseff foi intimada nos termos da denúncia aprovada pela maioria dos membros do Senado, estando assim "instaurado o processo de impedimento por crime de responsabilidade", ficando desta forma a Presidente suspensa das suas funções pelo prazo máximo de 180 dias.

"(...) devendo, em função disso, V.Exa. assumir imediata e interinamente a Presidência da República", acrescenta o documento, que é assinado pelo secretário-geral da mesa do Senado, pelo presidente do órgão Renan Calheiros e pelo agora Chefe de Estado interino Michel Temer.

Segundo o jornal Estado de São Paulo, a notificação foi entregue a Temer por Vicentinho Alves, o mesmo secretário do Senado que minutos antes tinha intimado Dilma Rousseff da suspensão no cargo, encontrando-a "tranquila".

Dilma fica afastada de funções até que haja nova - e final - votação do Senado sobre o processo de impedimento, motivado por alegados crimes de responsabilidade. Se o "impeachment" obtiver nessa altura o voto de dois terços dos senadores, Dilma Rousseff perde definitivamente o mandato.

Michel Temer deve ainda esta quinta-feira, 12 de Maio, indicar o seu gabinete governativo, que contará com Henrique Meirelles como ministro das Finanças. A posse dos membros do Governo está prevista para as 19:00, menos quatro horas em Brasília. 






pub

Marketing Automation certified by E-GOI