Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ministro Siza Vieira em segunda situação de incompatibilidade

Durante um mês do seu período como governante, o ministro adjunto de António Costa foi também presidente da Mesa da Assembleia Geral da Metro e Transportes do Sul S.A.

Bruno Simão
Negócios 25 de Maio de 2018 às 18:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Pedro Siza Vieira acumulou o cargo de ministro-adjunto do primeiro-ministro, António Costa, com o de sócio-gerente da empresa Prática Magenta durante dois meses após tomar posse. Mas durante um mês do seu período como governante foi também presidente da Mesa da Assembleia Geral da Metro e Transportes do Sul S.A.

Foi o próprio Siza Vieira que revelou a irregularidade quando actualizou o registo de interesses da Assembleia da República, segundo o Público. No documento que deu entrada no parlamento às 11h10 desta sexta-feira, o ministro revela que deixou a presidência da mesa da assembleia geral daquela empresa a 23 de Novembro de 2017. A tomada de posse como ministro-adjunto aconteceu a 21 de Outubro do mesmo ano. Segundo o artigo 4º da lei das incompatibilidades, não é permitido a um governante deter um cargo de gestão, refere a Sábado.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias