Política Rebelo de Sousa: Presidente "não é nem a favor nem contra ninguém. Assim será do princípio ao fim do mandato" (act)

Rebelo de Sousa: Presidente "não é nem a favor nem contra ninguém. Assim será do princípio ao fim do mandato" (act)

No primeiro discurso como Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que é necessário "cicatrizar" as feridas da austeridade e prometeu "não ser contra nem a favor de ninguém".
Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar
Catarina Almeida Pereira 09 de março de 2016 às 11:03
Marcelo Rebelo de Sousa afirmou esta quarta-feira, 9 de Março, que é necessário "cicatrizar" as feridas de anos de sacrifícios, acabar com a "divisão entre hemisférios políticos" e "sair do clima de crise", enquanto se garantem finanças públicas que não comportem temeridades", e um "sistema financeiro que previna em vez de remediar".

No seu primeiro discurso oficial, o novo Presidente da República prometeu não ser a favor nem contra ninguém. "Assim será do princípio ao fim do mandato", disse.

Depois de ter prometido ser "um guardião permanente e escrupuloso da Constituição" - que "não é intocável" mas que exigiria "consensos alargados" para a sua "reponderação" – o novo Presidente da República dedicou as primeiras palavras fortes do discurso à pobreza e à desigualdade.

"Pessoas de carne e osso. Que têm direito a serem livres. Mas têm igual direito a uma sociedade em que não haja de modo dramaticamente persistente dois milhões de pobres, mais de meio milhão em risco de pobreza e ainda chocantes diferenças entre grupos, regiões e classes sociais", referiu, numa declaração aplaudida.

"O poder político democrático não deve impedir, nos seus excessos dirigistas, o dinamismo e o pluralismo de uma sociedade civil - tradicionalmente tão débil entre nós - mas não pode demitir-se do seu papel definidor de regras, corrector de injustiças, penhor de níveis equitativos de bem-estar económico e social, em particular, para aqueles que a mão invisível apagou, subalternizou ou marginalizou", acrescentaria, minutos depois.

Sair da crise, cicatrizar feridas
cotacao Temos de sair do clima de crise, em que quase sempre vivemos desde o começo do século, afirmando o nosso amor próprio, as nossas sabedoria, resistência, experiência, noção do fundamental.

Marcelo Rebelo de Sousa Presidente da República


Considerando que "temos de sair do clima de crise" em que "quase sempre vivemos desde o começo do século", Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que é preciso ir mais longe "no combate à corrupção, ao clientelismo e ao nepotismo".

É preciso "cicatrizar feridas destes tão longos anos de sacrifícios, no fragilizar do tecido social, na perda de consensos de regime, na divisão entre hemisférios políticos".

"São difíceis, complexos, envoltos em incógnitas os reptos invocados? Obrigam a trabalhos reforçados perante um mundo incerto, uma Europa a braços com tensões novas em solidariedades internas e externas, finanças públicas a não comportarem temeridades, sistema financeiro que previna em vez de remediar e não crie ostracismos ou dependências contrárias ao interesse nacional, política a ensaiar fórmulas novas, exigência de respostas mais claras, mais rápidas e equitativas? Sem dúvida", respondeu.

Presidente solidário com Assembleia "legítima"

No início do discurso, o sucessor de Cavaco Silva saudou a "representação legítima" expressa na Assembleia da República. "Saúdo a representação legítima e plural da vontade popular expressa na Assembleia da República. E garanto a solidariedade institucional indefetível entre os dois únicos órgãos de soberania fundados no voto universal e direto de todo o Povo que somos".

No final, garantiu que não estará contra nem a favor de ninguém. "Um presidente não é nem a favor nem contra ninguém. Assim será politicamente do princípio ao fim do seu mandato", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O vigésimo Presidente terminou o discurso a citar Miguel Torga, autor que "viu o essencial". "Não somos um povo morto nem sequer esgotado. Temos ainda um grande papel a desempenhar".
O discurso de Marcelo Rebelo de Sousa em palavras.
O discurso de Marcelo Rebelo de Sousa em palavras.


A carregar o vídeo ...


(Notícia actualizado pela última vez às 11:34 com mais declarações proferidas pelo novo Presidente)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI