Política Passos Coelho confirma Paulo Rangel como cabeça de lista PSD e CDS para Europeias

Passos Coelho confirma Paulo Rangel como cabeça de lista PSD e CDS para Europeias

Cinco anos depois, Paulo Rangel volta a liderar a lista para as eleições europeias. Como esperado, será o cabeça de lista do PSD e CDS. "Vamos ganhar, vamos vencer", afirmou Rangel, que pediu aos socialistas para avançarem com o seu cabeça de lista para as eleições do Parlamento Europeu.
Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios

Paulo Rangel vai ser o cabeça de lista pelo PSD e CDS/PP para as eleições europeias de 25 de Maio de 2014. O nome, que já era antecipado nos últimos dias, foi confirmado no Congresso social-democrata deste sábado pelo presidente do partido, Pedro Passos Coelho.

 

“[Vou propor] ao Conselho Nacional do PSD que o cabeça de lista dessa lista conjunta, que vamos levar às europeias com o espírito de as ganharmos, seja o nosso companheiro Paulo Rangel”, revelou o primeiro-ministro e presidente do partido este sábado, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa.


O nome foi fortemente aplaudido pelos militantes do PSD presentes no XXXV Congresso, que se levantaram depois de ouvirem o nome. “Paulo Rangel tem sido extraordinário na representação de Portugal no Parlamento Europeu”, declarou Passos Coelho.

 

Cinco anos depois de escolhido por Manuela Ferreira Leite para liderar a corrida ao Parlamento Europeu de 2009, Paulo Rangel volta a estar à frente dos sociais-democratas. Desta vez, ficará como cabeça de lista em coligação com o CDS/PP. Nuno Melo, como confirmado por Paulo Portas na sexta-feira à noite, será o número dois da lista conjunta dos dois partidos. Em 2009, o eurodeputado foi o cabeça de lista dos centristas. 

 

Não existe [um candidato do PS]. Tome uma decisão. Não tenha receio. O País precisa deste debate.
 
Paulo Rangel dirigindo-se
a António José Seguro

Tal como já havia sido dito por Passos Coelho, Rangel também afirmou que está na corrida para chegar primeiro à meta. “É uma tarefa que, em nome dos esforços e sacrifícios dos portugueses, vamos ganhar, vamos vencer”. O eurodeputado afirmou que se dedica a um “compromisso absoluto e único, com uma entrega total e exclusiva a uma missão de curto prazo: ganhar as eleições europeias”.

 

Pela frente, o ainda eurodeputado irá enfrentar João Ferreira, cabeça de lista do PCP, Marisa Matias, pelo Bloco de Esquerda, e Marinho e Pinto, pelo MPT. O Partido Socialista ainda não apresentou os seus nomes. "Não existe [um candidato do PS]. Tome uma decisão. Não tenha receio. O País precisa deste debate", desafiou Paulo Rangel na sua intervenção, pedindo que seja revelado quem vai estar à frente da lista socialista para as eleições ao Parlamento Europeu. 

 

"As eleições não vão ser um teste à coligação. Vão ser um exame à liderança do PS", reforçou Paulo Rangel.

 

(Notícia actualizada às 20h23)




Marketing Automation certified by E-GOI