Política Passos Coelho quer PS sentado à mesa da troika já na próxima semana

Passos Coelho quer PS sentado à mesa da troika já na próxima semana

Passos Coelho revelou que pretende que, na próxima semana, os responsáveis da troika se reúnam com os partidos do Governo e com o PS para se encontrar uma solução que “permita cumprir o pedido do Presidente da República e saber que condições é preciso para encerrar com êxito o programa.”
A carregar o vídeo ...
Nuno Aguiar 12 de julho de 2013 às 11:07

No debate desta manhã do Estado da Nação, Pedro Passos Coelho revelou ter dado indicações explícitas ao Conselho de Ministros para que não aprovar diplomas que o Governo já tem prontos a enviar à Assembleia da República. O objectivo é abrir uma janela de oportunidade para que elas possam ser renegociadas.

 

“Solicitámos à troika que, na actual conjuntura, o oitavo exame fosse realizado em conjunto com o nono em Setembro”, afirmou  Passos Coelho. “Aproveitar a vinda dos chefes de missão na próxima semana para que eles tenham a oportunidade para realizar com os partidos da maioria e o PS um encontro que nos permita determinar o chão que nos permita cumprir o pedido do Presidente da República e saber que condições é preciso para encerrar com êxito o programa.”

 

Logo a seguir, o primeiro-ministro admitiu que, apesar de defender que quer continuar a ser cumpridor, está disposto a negociar. “Se for possível cumprir noutros termos, vamos à procura deles. Vamos fazê-lo com a outra parte da negociação.”

 

Antes, Passos Coelho já tinha dado a entender que ter mais gente à mesa da troika poderia ser positivo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI