Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Passos não fala da nova tabela salarial da FP mas garante que vai permitir poupar 500 milhões

O primeiro-ministro criticou a comunicação social por avançar notícias como novas quando já são conhecidas.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 09 de Outubro de 2013 às 23:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Pedro Passos Coelho não quis falar, em resposta a perguntas feitas por cidadãos na RTP1, sobre a nova tabela salarial da Função Pública, que segundo foi noticiado, poderá resultar num corte de 5% dos salários dos funcionários públicos.

 

“A medida ainda não está finalizada, faz pouco sentido falar nela”, disse o primeiro-ministro, para depois acrescentar que o País sabe, “desde Abril”, que o Governo quer, através da revisão da tabela salarial que gere os funcionários públicos, poupar cerca de 500 milhões de euros.

 

A ideia de que as medidas já estão delineadas há muitos meses foi, aliás, frisada por Passos Coelho quando falava na entrevista. O primeiro-ministro diz que se fala de medidas que “apesar de serem conhecidas, são apresentadas como se fossem novas ou mais medidas”.

 

“O que vamos apresentar no Orçamento do Estado [para 2014] pode não ser conhecido ao pormenor e em detalhe mas é conhecido dos portugueses há vários meses. Constitui o essencial do acordo que fizemos com os nossos credores”, disse o governante, referindo-se à demorada sétima avaliação do programa da troika. Nesse sentido, relembrou que é objectivo do Executivo arrecadar 700 milhões de euros com a convergência das pensões da Caixa Geral de Aposentações com as da Segurança Social e garantiu que o número já era conhecido.

 

A comunicação social, disse Passos Coelho, tem um papel importante nesta gestão das notícias e não o tem feito, nomeadamente quando se comenta a possibilidade de baixar impostos quando ainda é necessário diminuir o défice orçamental em 2014 e também em 2015. É preciso alcançar excedentes orçamentais, acrescentou, para começar a poder pagar a dívida soberana - e ainda há défices.

Ver comentários
Saber mais tabela salarial Função Pública
Mais lidas
Outras Notícias