Política Passos reconhece erros do seu Governo e da troika

Passos reconhece erros do seu Governo e da troika

Pedro Passos Coelho reconheceu esta quarta-feira, em Bruxelas, os seus próprios erros, assim como os da troika, mas justificou dizendo que tentaram fazer "aquilo que era preciso" para responder aos problemas existentes.
Passos reconhece erros do seu Governo e da troika
Correio da Manhã
Negócios 17 de fevereiro de 2016 às 21:06

O ex-primeiro-ministro, Passos Coelho, reconheceu hoje que o seu Governo PSD-CDS tomou decisões erradas durante o programa de resgate, sob a égide da troika, mas salientou também que o programa de austeridade foi bem sucedido.

 

"A troika cometeu muitos erros, como nós cometemos muitos erros, mas quer a troika, quer nós, procurámos fazer aquilo que era preciso fazer para responder aos problemas que existiam", disse o social-democrata, em Bruxelas, durante a apresentação da sua candidatura à liderança do PSD.

 

As políticas para esses problemas "eram tudo menos agradáveis do ponto de vista do marketing político", acrescentou Passos Coelho, citado pela Lusa.

 

Neste mesmo discurso, o líder social-democrata salientou ainda que a reversão da austeridade, agora apresentada por António Costa, não é uma ideia do Partido Socialista. "Fomos nós, ainda no ano passado, que gradualmente começámos a remover as medidas de austeridade", disse, citado pela TSF.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI